Grêmio 17/12/2017 16h19

Renato Gaúcho evita falar sobre renovação, mas admite vontade de permanecer

Há 15 meses no comando do Tricolor, o técnico conquistou a Copa do Brasil no ano passado e a Libertadores em 2017

Ainda abatido pela derrota na final do Mundial de Clubes, Renato Gaúcho evitou falar sobre a provável renovação do seu contrato com o Grêmio, na noite de sábado, mas admitiu a vontade de permanecer no clube gaúcho, com o qual se sagrou campeão da Copa Libertadores, no mês passado.  "Sobre isso, nem quero falar nada. A tristeza é muito grande. Todos sabem da vontade que tenho de permanecer no Grêmio e é vontade deles também. Não é o momento, as pessoas estão conversando e trocando ideias. Estava pensando somente no Mundial", disse o treinador, ao fim da derrota do Grêmio para o Real Madrid por 1 a 0, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Renato Gaúcho tem contrato somente até o fim deste ano, mas não deve ter problemas para renovar o vínculo. O técnico brilhou ao conduzir a equipe na conquista da Libertadores e, no Mundial de Clubes, não fez feio. A derrota para o poderoso Real Madrid por apenas 1 a 0 foi encarado como "digna" pelo elenco gremista. "Agora vamos voltar para o Brasil e descansar. Esse grupo merece férias. As pessoas que precisam conversar vão seguir falando para ver se chegamos a um acordo. A coisa que menos me preocupa é a minha renovação. Vamos deixar as pessoas certas conduzirem este assunto", declarou o treinador.

Se Renato Gaúcho deve seguir no clube, o mesmo não se deve dizer do atacante Lucas Barrios. O paraguaio deve ter feito neste sábado sua última partida com a camisa do Grêmio. O clube, contudo, ainda não confirmou sua saída. O volante Arthur, cobiçado por grandes clubes da Europa, também deve sair. Os atacantes Fernandinho e Jael ainda não renovaram seus contratos e correm o risco de deixar o clube também.