Gauchão 27/01/2018 18h36 Atualizado às 21h27

Inter vence Avenida por 3 a 0 com dois gols de Roger

Danilo Silva marcou o primeiro gol, ainda na etapa inicial, e o ex-botafoguense fez dois no segundo tempo

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Inter recebeu o Avenida na tarde deste sábado, 27
Inter recebeu o Avenida na tarde deste sábado, 27

Depois de superar o Grêmio dentro de casa na quarta-feira, o Avenida tinha mais um difícil desafio neste sábado, 27. O Periquito  foi a Porto Alegre jogar contra o Internacional às 16h30, no Beira-Rio. No entanto, a equipe não conseguiu supreender, como fez contra o Tricolor e perdeu por 3 a 0. Depois de um primeiro tempo com poucas chances e um gol colorado, marcado por Danilo Silva, na segunda etapa o time de Odair Hellmann foi superior e anotou mais dois, com Roger. Já o Avenida não conseguiu balançar as redes. 

O próximo desafio do Avenida é na dia 5, uma segunda-feira. A equipe recebeu o Juventude às 20h30, no Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz. Já o Inter vai a Pelotas, onde enfrenta o Brasil, no domingo, às 17 horas, no Estádio Bento Freitas. 

Primeiro tempo

Para a partida, o técnico Fabiano Daitx não pode contar com um jogador importante. Toto, que fez o gol nos acréscimos que deu a vitória ao Periquito na quarta, não jogou. Pelo lado colorado, Odair Hellmann mandou a campo o time reserva. Jogando em seus domínios, Inter começou a partida comandando as ações Aos 11 minutos, Nico López chutou de fora da área, mas sem perigo. A bola saiu fraca, à esquerda do gol. O Avenida surpreendeu e chegou pela primeira vez aos 14 minutos. Roger cruzou na área, Patrick falhou e não conseguiu interceptar, e a bola sobrou pra Diego Torres. O jogador, na frente de Marcelo Lomba, chegou a bater na rede, mas pelo lado de fora. O Inter voltou a atacar aos 21 minutos em uma cobrança de falta. Nico López mandou muito longe do gol defendido por Rodrigo Santos. O Avenida ainda tentou com Moisés Baiano, aos 23, mas o jogador mandou sem direção.

O gol colorado poderia ter saído aos 25. Nico lançou para Marcinho, que estava dentro da área, mas ele chutou alto demais. O Avenida não facilitava a vida dos colorados e a zaga não cedia espaços. O Periquito ainda teve uma chance de inaugurar o marcador aos 31 minutos: após cobrança de falta, Luís Henrique, sozinho, finalizou,  mas a bola saiu pela linha de fundo. Depois de um primeiro tempo morno, o Inter mostrou a superioridade aos 46 minutos. Após uma cobrança de escanteio de Juan, Danilo Silva pulou mais alto que todo mundo e cabeceou para o fundo da rede. 1 a 0 Inter!


Fotos: Ricardo Duarte/Internacional

Segundo tempo

O segundo tempo começou com iniciativa colorada. Em uma das chances, Gabriel Dias se machucou. O jogador subiu, cabeceou e acabou sendo atingido pelo goleiro Rodrigo Santos. Ele precisou ser substituído por Edenílson. Roger, do Inter, aumentou a diferença no placar aos 15 minutos. Patrick cruzou e o jogador cabeceou. A bola chegou a bater em Rodrigo, voltar ao pé do centroavante para depois morrer no fundo da rede. Foi o segundo gol de bola aérea da partida. 

O gol colorado desestabilizou o Avenida e o Inter passou a ser superior.  O colorado quase aumentou a diferença no placar aos 23 minutos. Edenílson encontrou Roger livre, na área. Ele chutou cruzado e a bola saiu pertinho da trave. No minuto seguinte, o terceiro gol saiu, mais uma vez com Roger. Ele recebeu lançamento de Juan, cabeceou, Rodrigo espalmou, mas, no rebote, a bola morreu no fundo da rede. 

Ganhando por três gols, o Inter queria transformar a partida em goleada e a equipe seguia no ataque. Aos 28, Marcinho acionou Juan, que finalizou, mas a bola explodiu no travessão. No rebote, ficou com Nico López, que concluiu em cima do goleiro Rodrigo. Ele mandou pra escanteio. Após a cobrança, sobrou pra Marcinho, que finalizou. O goleiro salvou com o pé, mas a bola seguia em direção às redes. Coube ao zagueiro Claudinho salvar em cima da meta.

O Periquito ainda criou outras duas oportunidades. Aos 34 minutos, Claudinho cabeceou, mas Marcelo Lomba defendeu. Welder, que entrou no lugar de Diego Torres, finalizou aos 36. Marques ajeitou para o jogador, que mandou pertinho e quase marcou pro Avenida sair do zero. Apesar das investidas, o Periquito não conseguiu  diminuir a diferença. 

GAUCHÃO
BEIRA-RIO – PORTO ALEGRE

SÁBADO, 16H30
INTERNACIONAL:
Marcelo Lomba; Dudu (Ruan), Danilo Silva, Thales e Patrick; Charles e Gabriel Dias (Edenílson);  Juan, Nico López e Marcinho (Ronald); Roger.
Técnico: Odair Hellmann

AVENIDA: Rodrigo; Itaqui, Luís Henrique, Claudinho e Roger; Carlinhos, Fidélis (Marques), Moisés Baiano, Diego Torres (Welder) e Maurício; Hyantony (Cléverson) 
Técnico: Fabiano Daitx

Árbitro: Eleno Todeschini
Gols: Danilo Silva (46 min/1ºT) , Roger(15 min/2ºT e 23min/2ºT)