Esporte 30/09/2019 22h36 Atualizado às 11h07

Hora da decisão

No caminho para Santiago, Grêmio e Flamengo iniciam amanhã o duelo para definir o finalista brasileiro da Libertadores

No caminho para Santiago, Grêmio e Flamengo iniciam nesta quarta-feira, 2, o duelo para definir o finalista brasileiro da Libertadores. O zagueiro Pedro Geromel provavelmente não entrará em campo e será desfalque importante na busca por uma vantagem em casa. Velocidade na transição e bolas em profundidade são especialidades do Flamengo que o Grêmio precisa conter. As bolas pelos flancos, com laterais de qualidade, como Rafinha e Filipe Luís, exigem cuidado. O Grêmio vai precisar mostrar repertório ao invés de tocar em uma nota apenas. Everton terá marcação redobrada, e a agilidade nas finalizações será necessária para superar a defesa rubro-negra. No Brasileirão, os reservas desperdiçaram oportunidades, muitas vezes pela lentidão no arremate, e foram superados pelo esforçado Fluminense. Poderia ter entrado no G-6 se tivesse vencido. No sábado, vai encarar o Corinthians na Arena, adversário direto na luta por vaga na Libertadores.

Ponto essencial
O Internacional fez um excelente primeiro tempo diante do Palmeiras no Beira-Rio. Abriu o placar e poderia ter ampliado com as chances criadas. Patrick anotou o gol de uma forma semelhante ao sofrido pelo Inter na quarta-feira passada, quando Arrascaeta subiu às costas da marcação para cabecear. No segundo tempo, perdeu o ritmo e sofreu o gol de empate. De forma correta, o VAR anulou o que seria a virada palmeirense. Se o Corinthians não vencer o Grêmio no sábado, o Inter poderá alcançar a quarta posição na tabela. A partida é contra o cambaleante Cruzeiro, no Mineirão, no mesmo dia. O treinador da Raposa agora é Abel Braga, velho conhecido dos colorados. O Inter contará com a volta de Paolo Guerrero, uma boa notícia.