Esportes 04/02/2020 13h07

Chegou a hora

O Internacional disputou quatro jogos no Gauchão e obteve três vitórias, além de um empate contra o também invicto Ypiranga

O Internacional disputou quatro jogos no Gauchão e obteve três vitórias, além de um empate contra o também invicto Ypiranga. Foi um período de testes para o técnico Eduardo Coudet. A melhor partida foi o 3 a 1 diante do Pelotas no Beira-Rio. Em Ijuí, o momento mais preocupante até aqui. Com boa parte dos considerados titulares, sofreu três gols do São Luiz. Hoje, contra a Universidad de Chile, Coudet deverá colocar o que considerou melhor nas observações feitas neste início de Gauchão. O Inter tem condições de vencer no Chile. A La U havia perdido duas no início do ano e venceu no sábado por 5 a 1, em duelo contra o Curicó Unido. Destaques para Beausejour, Montillo e Larrivey no time do técnico Hernán Caputto.

Baixas
Um pragmatismo maior no setor ofensivo é essencial no Grêmio. Na defesa, as baixas de Pedro Geromel e Kannemann são perdas enormes. Mais do que nunca, as fichas estão depositadas no talento de Everton. Victor Ferraz, entre os contratados, foi o que deu melhor resposta até agora. Um Gre-Nal na semifinal é o que se desenha por enquanto. Espera-se muito em relação às estreias de Thiago Neves e Diego Souza. Ambos poderão qualificar o setor ofensivo?

Bom começo
O Avenida aplicou 5 a 0 no Bom Jesus e iniciou a fase de amistosos para a Divisão de Acesso de forma positiva. O técnico Gelson Conte observou os jogadores em ação e já pôde ter uma noção maior do estágio do grupo. No próxima sexta-feira, o rival será o Igrejinha fora de casa. A equipe também vai disputar o Acesso, mas no outro lado da chave. O goleiro Martins deixou o clube, e o atacante Kayron está fora por lesão. A direção vasculha o mercado para repor as peças.