Fenômeno 15/09/2018 14h19

EUA confirmam sete mortes após passagem do furacão Florence

A preocupação das autoridades é com o aumento das enchentes, inundações e deslizamentos de terra

A Agência Federal de Gerenciamento de Emergências dos Estados Unidos (Fema, na sigla em inglês) confirmou neste sábado, 15, a morte de sete pessoas na Carolina do Norte, entre elas uma mãe e um bebê, em decorrência da passagem do furacão Florence na região.

O Florence se tornou uma tempestade tropical, após tocar o solo da Carolina do Norte na manhã dessa sexta-feira, 14, mas o volume de chuvas torrenciais se manterá ao longo do fim de semana. A preocupação das autoridades é com o aumento das enchentes, inundações e deslizamentos de terra.

Cerca de 900 mil pessoas estão sem energia, enquanto a tempestade tropical Florence avança sobre a Carolina do Sul. A Casa Branca anunciou neste sábado que o presidente Donald Trump aprovou uma declaração de estado de emergência para a Carolina do Norte, o que vai permitir financiamento federal para assistência temporária, com recursos para moradia e reparos.

Resgates

Segundo a Fema, equipes estão atuando para retirar pessoas ilhadas. No Leste da Carolina do Norte, há cerca de 300 pessoas que esperam para ser resgatadas. Desde essa sexta à noite, foram feitos 20 resgates na região. As operações tiveram que ser suspensas na madrugada deste sábado por causa do volume de água e da falta de segurança para as equipes. Os trabalhos só foram retomados após o nascer do sol.

Alguns moradores das ilhas da costa Leste da Carolina do Norte "navegam" sobre as ruas com botes. O volume da enchente continua subindo e as autoridades pedem que as pessoas ainda não tentem regressar para casa.