Lima 2019 10/08/2019 21h28 Atualizado às 21h46

Brasil alcança melhor desempenho na história do Pan

Com 52 ouros, segunda colocação no quadro de medalhas está garantida

O Brasil garantiu a segunda colocação no quadro de medalhas dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Com 52 ouros e 158 medalhas no total, superou a marca de 2007, quando o Rio de Janeiro foi sede. O Brasil não terminava na segunda posição desde 1963, quando São Paulo recebeu o evento. A cerimônia de encerramento do Pan acontece neste domingo, 11, a partir das 20h30.

Neste sábado, 10, Eduardo Yudy dos Santos foi ouro na categoria até 81kg do judô. No atletismo, Altobeli Silva foi ouro nos 3 mil metros com obstáculos, Augusto Dutra foi prata no salto com vara e Eduardo de Deus foi bronze nos 110 metros com obstáculos. A decepção foi o campeão olímpico Thiago Braz, que ficou em quarto lugar no salto com vara. O polo aquático feminino conquistou o bronze ao vencer Cuba por 8 a 7. O polo aquático masculino também foi bronze, ao superar a Argentina por 9 a 6.

Na vela, as campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze faturaram o ouro na classe 49er FX. Bruno Lobo foi ouro na classe Kite. Outro ouro foi para Matheus Dellagnelo na classe Sunfish. O trio Julio Biekarck, Isabel Ficker e Gunnar Ficker ficou com a prata na classe Lightning e a dupla Julio Biekarck, Isabel Ficker e Gunnar Ficker assegurou o bronze na classe Snipe.