Beto Patta 01/06/2019 00h58 Atualizado às 11h35

"O Santa Cruz chegou vivo para a última rodada da Terceirona"

O Santa Cruz chegou vivo para a última rodada da Terceirona, dependendo só de si para ir à próxima fase

O Santa Cruz chegou vivo para a última rodada da Terceirona, dependendo só de si para ir à próxima fase. Se não der na técnica, que seja na raça, levando-se em conta os problemas por causa das suspensões. A partir da classificação, o Galo vira a página para focar no mata-mata. Se, em anos anteriores, a equipe lutava para permanecer e – muitas vezes – para não cair na Divisão de Acesso, agora briga para buscar a vaga. Espero que o entardecer de domingo termine em alegria no lado alvinegro.
 

Novo embate

O Avenida sofreu, mas venceu a Ferroviária por 1 a 0 no primeiro turno nos Eucaliptos e, a partir dali, ficou na liderança do Grupo A17. O time de Araraquara vai tentar a revanche em seus domínios. O Periquito precisa trazer pontos do interior paulista. Se não der a vitória, o empate já é um grande negócio. O time alviverde mostrou que está forte na competição. Não se pode fazer terra arrasada por causa da derrota para o Joinville. Os comandados de China Balbino estão cientes de que avançar à próxima fase é bem possível. Até porque a boa campanha respalda isso.
 

Objetivos opostos

O Brasileirão terá mais três rodadas até a pausa para a Copa da América. A dupla Gre-Nal tem objetivos diferentes. O Inter quer retornar ao G-4. Dois jogos serão no Beira-Rio, onde o time de Odair Hellmann não dá mole aos adversários.
No Tricolor, Renato Portaluppi estabeleceu três metas antes da parada. Duas já foram concretizadas: as classificações na Libertadores e Copa do Brasil. Resta sair da incômoda zona do rebaixamento no Brasileiro. E o desafio se torna ainda maior: obter bons resultados cheio de desfalques.
Bom fim de semana!!