Beto Patta 18/10/2019 23h42 Atualizado às 11h21

"A maior decepção do Avenida foi a eliminação precoce na Copinha, especialmente por ser o atual campeão"

A temporada de 2019 parecia promissora para o Avenida. Porém, veio o novo rebaixamento no Gauchão, depois de uma campanha histórica no ano passado, quando finalizou na quarta colocação

A temporada de 2019 parecia promissora para o Avenida. Porém, veio o novo rebaixamento no Gauchão, depois de uma campanha histórica no ano passado, quando finalizou na quarta colocação. A Copa do Brasil, mais especificamente o duelo com o Corinthians, em São Paulo, serviu de vitrine para que o Brasil conhecesse o time santa-cruzense. Na Série D do Campeonato Brasileiro, o Periquito superou as expectativas e só caiu nos pênaltis para o Caxias. A maior decepção foi a eliminação precoce na  Copinha, especialmente por ser o atual campeão.


O que faltou?

Terminar na lanterna do grupo transformou-se em um grande balde de água fria. O Avenida não fez por merecer a classificação em nenhum momento. O discurso otimista de Gelson Conte, o terceiro treinador apenas neste ano, não se traduziu com força dentro de campo. As goleadas sofridas para Caxias, São José e Grêmio mostraram uma ampla falta de poder de reação. Para 2020 é preciso dar uma oxigenada no elenco. A realidade será diferente. A direção adota cautela sobre a disputa da Divisão de Acesso, mas não acredito que o Avenida vá ficar fora.


Definições

A semana será decisiva com os duelos de volta das semifinais da Copa Libertadores da América. Na terça-feira, o clássico Boca Juniors x River Plate apontará o primeiro classificado e, na quarta-feira, o grande confronto brasileiro entre Flamengo x Grêmio define quem seguirá na briga pelo título. É muito difícil pela qualidade do adversário, mas o Tricolor  tem chance de eliminar o Rubro-Negro carioca no Maracanã. Seria épico calar mais de 70 mil.

Bom fim de semana!!