Violência 29/07/2018 19h57 Atualizado às 11h11

Em menos de um mês, vítima de feminicídio já havia registrado duas denúncias contra o ex-parceiro

Os corpos foram encontrados nesse sábado, 28, no Cemitério Parque de Deus, no Bairro Santuário

A mulher encontrada morta nesse sábado, 28, no Cemitério Parque Guarda de Deus, no bairro Santuário, já havia registrado pelo menos duas denúncias contra o ex-parceiro. Jéssica Aline Junkherr Pinheiro, 27, morreu com dois disparos no rosto efetuados pelo ex-marido, José Alberi Ramos, 39, que em seguida, se enforcou em uma árvore do local.

O casal viveu junto durante oito anos. Tinham um filho de cinco e moravam no Bairro Santuário. Jéssica trabalhava numa fábrica de confecções e conforme colegas, as ameaças começaram quando ela decidiu pelo divórcio.

Em um registro feito na Delegacia de Polícia da Mulher e do Adolescente (DEAM) de Santa Cruz do Sul, no dia 2 de julho, Jessica relatou que em uma discussão com o ex-marido, quando tratavam sobre a separação e da divisão dos bens, o homem teria a ameaçado, pois não aceitava o rompimento. Na ocasião ela não quis representar criminalmente, nem pediu medidas protetivas.

Foto: Reprodução

A vítima já havia feito três ocorrências contra o ex-marido
A vítima já havia feito duas ocorrências contra o ex-marido

 

Menos de dez dias depois, em 12 de julho, a vítima retornou até a delegacia acompanhada de uma colega de trabalho. No registro em questão, Jessica contou que tinha decidido sair de casa definitivamente, pois não aguentava mais as agressões. Ao deixar o lar, Jessica passou a ser perseguida por José, que ia constantemente até o emprego da ex-esposa, ameaçando fugir com o filho deles. Naquela manhã, o homem foi até a casa da mãe da vítima com uma arma de fogo e disse que se Jessica não entregasse o filho até às 18 horas, ele iria encontrar e matar ela com um tiro. Neste registro, ela decidiu solicitar uma medida protetiva e representar criminalmente contra o homem.

O zelador do cemitério encontrou os corpos quando chegava pra trabalhar na manhã. O velório de Jéssica ocorreu na noite desse sábado, 29, na Capela da Paz Eterna. O enterro foi no Cemitério São Nicolau, em Rio Pardo, no domingo.

LEIA MAIS: Homem mata parceira e comete suicídio no Cemitério Parque Guarda de Deus