Gazeta explica 16/08/2018 22h36 Atualizado às 09h43

Foto que circula nas redes é do assassino de Francine?

Cristiano dos Santos realmente foi preso nesta quinta-feira, mas por outro motivo

O assunto da noite em grupos de WhatsApp de Santa Cruz do Sul e região é a foto do homem que seria o autor do assassinato brutal da jovem Francine Rocha Ribeiro, de 24 anos. A Gazeta foi atrás e explica que TUDO NÃO PASSA DE UMA CONFUSÃO. O caso chama atenção para o envio irresponsável de informação de origem duvidosa. LEIA COM ATENÇÃO:

A foto que circula nas redes realmente é de Cristiano dos Santos. Ele tem 42 anos e estava foragido do sistema prisional. Foi capturado às 13 horas por uma equipe da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Santa Cruz por estar foragido do sistema prisional e NÃO PELA MORTE DA JOVEM.

A Gazeta teve acesso ao registro da ocorrência da prisão, feito às 18h11. Diz que no início da tarde os policiais foram até a Rua Amazonas, no Bom Jesus, para cumprir ofício da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) dando conta que Santos estava foragido. Ele cumpre pena por roubo.

LEIA MAIS

Procurados pela Gazeta na noite desta quinta, tanto a delegada Lisandra de Castro de Carvalho, que investiga a morte de Francine, quanto o delegado regional Luciano Menezes garantiram que, ao menos até o momento, não há indícios que ligam o preso dessa tarde ao crime no Lago Dourado. “Trata-se de um foragido que capturamos hoje”, frisou Menezes, lamentando a disseminação do boato na internet.

Confirmada a situação do preso, a Gazeta foi atrás então da origem da foto. A imagem é verdadeira, foi feita no início da noite desta quinta e mostra, na tela, uma página do Infopen, o sistema utilizado nos presídios pela Susepe. O agente penitenciário que fez a foto já foi identificado, segundo a Polícia Civil.

O delegado penitenciário regional, Andrio Camargo, disse à Gazeta que “a imagem foi divulgada de forma ilegal. Houve quebra de sigilo funcional. Nenhum servidor está autorizado a divulgar imagens ou informações de pessoas presas.”