Feminicídio 24/08/2018 11h58 Atualizado às 22h11

Suspeito de matar Francine era agressivo e violento com a família

Quatro amostras de DNA de Jair Menezes Rosa foram encontradas no corpo da vítima

A identidade do homem suspeito de matar a vera-cruzense Francine Rocha Ribeiro, de 24 anos, no dia 12 de agosto, foi divulgada pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira, 24. Trata-se de Jair Menezes Rosa, de 58 anos, natural de Santa Cruz do Sul. Ele morava com a esposa e a filha de 15 anos na Praia dos Folgados, no Bairro Várzea.

LEIA MAIS: Suspeito de matar Francine é preso em Santa Cruz

Segundo a Polícia Civil, Jair tinha um temperamento violento e agressivo e não mantinha boas relações com os vizinhos e a família. "Ele é um individuo solitário, não se dá com ninguém, nem com a filha", disse o delegado regional Luciano Menezes.

A própria esposa dele disse à polícia que, embora abalada, não estava surpresa com o fato, pois sempre esperava que um dia ele fosse "explodir", conforme relatou. O suspeito tem antecedentes criminais das décadas de 1980, 1990 e 2000. Chegou a ser preso e cumprir pena por roubo, e também foi acusado de lesão corporal. 

De acordo com a delegada Lisandra de Castro de Carvalho, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), o suspeito negou a autoria do crime e disse que não teria condições físicas de praticá-lo. "Ele disse que jamais poderia cometer um crime desses porque tem diabetes, mas pode sim. O material genético dele está aqui, isso é incontestável. Ele é um cara forte. Nos fundos da casa encontramos halteres de peso", confirmou a delegada.

LEIA MAIS

 

Foto: DivulgaçãoFrancine: jeito alegre e atencioso
Francine: jeito alegre e atencioso