Trânsito 11/10/2018 11h06 Atualizado às 11h47

Confira os melhores horários para viajar neste feriadão

Quem pegar a estrada nesta sexta-feira vai encontrar movimento intenso pelas rodovias da região

O feriado de Nossa Senhora Aparecida e o próximo fim de semana são a ocasião perfeita para quem pretende viajar. No entanto, o movimento intenso nas rodovias do Vale do Rio Pardo pode causar transtornos aos condutores. De acordo com o comandante da 2ª Companhia Rodoviária da Brigada Militar em Santa Cruz, capitão Hélcio Moisés Gaira, o policiamento será reforçado por conta do tráfego intenso, mas é bom fugir dos horários com muito movimento.

O primeiro horário de pico, segundo o comandante, é nesta quinta-feira, entre as 14 e as 20 horas, quando grande parte dos condutores já pode enfrentar filas e lentidão em alguns trechos. Já na sexta-feira e no sábado, o número de carros deve ser normal e a movimentação fica normalizada. O outro pico deve acontecer no retorno do feriadão no domingo, 14, quando as pistas ficam mais cheias, das 15 até a meia-noite.

"A gente orienta que o motorista viaje antes ou depois desses horários para evitar o momento de maior movimento nas rodovias. Mas vamos estar com todo o aparato, incluindo o apoio do Pelotão de Motos do Comando Rodoviáro. Os policiais estarão na pista, vão fazer com intensidade uma ação com radar e bafômetro. Estaremos também com apoio do Pelotão de Operações Especiais (POE) de Cachoeira do Sul." Conforme Gaira, além da segurança no trânsito, o apoio de 20 policiais a mais do que o efetivo normal visa coibir outros crimes como o combate ao contrabando. 

LEIA MAIS: Escolas vão prolongar o feriadão em Santa Cruz; confira o que abre nesta sexta

O trabalho de prevenção aplicada abrange a RSC-287, RSC-453, ERS-409, ERS-412 e a RSC-153. "Estamos agora com 54 mortes aqui na região da Companhia e nós precisamos frear esse número. Peço a colaboração de todos os usuários, para que tenham paciência e prudência na rodovia." Segundo o comandante, o histórico do feriado de 12 de outubro nos últimos três anos tem apenas acidentes com lesões corporais, sem ocorrência de mortes na região. "Espero que a gente continue mantendo este nível. A gente trabalha pela vida, um trânsito seguro e a vida das pessoas que é o mais importante para a gente", declarou.

Orientações para quem viaja

Durante o percurso é importante atentar para uma série de atitudes que podem garantir a segurança dos condutores e passageiros:

  • Odebeça a velocidade máxima permitida;
  • Não realize ultrapassagens forçadas ou em locais proibidos;
  • Uso o cinto de segurança e o dispositivo de retenção veicular para crianças (até 1 ano, bebê conforto; 1 a 4 anos, cadeirinha; 4 a 7,5 anos, assento de elevação);
  • Se beber, não dirija;
  • Mantenha distância do veículo da frente. 

Educação no trânsito

O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) e o 23º Batalhão de Polícia Militar (BPM) estão com duas escolinhas de trânsito durante a 34ª Oktoberfest. Conforme Gaira, os estandes à direita do pórtico principal contam com exposição de veículos de época: carros e motos que foram utilizados durante os 50 anos de serviço da BM à comunidade. As escolinhas voltadas para o público infantil também fazem um trabalho de prevenção primária, ensinando os fundamentos da educação no trânsito para os pequenos. 

Viagem Segura

Durante os dias de feriadão, o Rio Grande do Sul conta com a 94ª edição da Operação Viagem Segura. A ação vai até a meia-noite de domingo com o objetivo de garantir mais segurança nas rodovias gaúchas com ações de policiamento e fiscalização. Além do CRBM, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), DetranRS, Polícia Civil e Brigada Militar realizam ações. Também atuam como parceiros na Viagem Segura órgãos de trânsito municipais (EPTC em Porto Alegre), ANTT, DNIT, Cetran/RS, Daer, EGR, Metroplan, Famurs e representantes da sociedade civil organizada, como o Lions Club.