Sentença 24/10/2018 19h48 Atualizado às 21h04

Marcelinho é condenado a 20 anos de prisão por homicídio

Julgamento aconteceu na tarde desta quarta-feira no Fórum de Santa Cruz do Sul

Marcelo do Carmo, de 32 anos, foi condenado a 20 anos em regime fechado nesta quarta-feira, 24, no Fórum de Santa Cruz do Sul, pela morte de Andressa Luana Soares Oliveira em uma boate de Linha Nova no dia 15 de julho de 2016. Também julgado pelo homicídio, Mateus Antunes de Azevedo foi absolvido das acusações. Marcelo e outros três indivíduos não identificados executaram a vítima a tiros.

Interferiram no somatório da pena de Marcelinho, como é conhecido, a reincidência do réu e o acolhimento das qualificadoras de motivo torpe (vingança) e de uso de recurso que dificultou a defesa da vítima. O homicídio teria relação com desavenças no tráfico de drogas. Já preso por outros crimes, ele voltará à Penitenciária Modulada Estadual de Charqueadas para o cumprimento da sentença.

Neste ano, Marcelinho teria comandado ao menos três execuções a mando de líderes de uma facção criminosa em Santa Cruz do Sul.

LEIA MAIS