Santa Cruz 04/12/2018 13h20 Atualizado às 17h29

Família vive momento de pânico durante roubo em Cerro Alegre Alto

Ação durou cerca de 30 minutos. As vítimas estavam na moradia e foram trancadas em peças da residência antes dos bandidos fugirem

Uma família de produtores rurais viveu momentos de terror durante um assalto no início da tarde desta terça-feira, 4, em uma propriedade na entrada de Linha Malhada, em Cerro Alegre Alto, interior de Santa Cruz do Sul. Conforme o proprietário da residência, Licério Luiz Goettert, de 49 anos, os criminosos chegaram ao local a pé por volta das 12 horas. Enquanto um ficou no portão da casa, que estava aberto, dois entraram pela lateral da propriedade. A vítima saiu na rua para atender os homens e eles peguntaram se havia serviço na lavoura. O agricultor respondeu que não, pois já tinha empregados. 

Após, um dos bandidos mostrou o revólver e anunciou o assalto. O trio rendeu Goettert e o levou para dentro da residência. “Quando perguntaram quem estava na casa, eu disse minha esposa e minha filha. Só não façam nada pra elas”, conta o agricultor. A filha do produtor, de 9 anos, estava na frente da moradia esperando o ônibus para a escola e entrou após ver os ladrões. 

O assaltante que estava no portão entrou com um revólver e rendeu a menina e a esposa do agricultor, de 43 anos. Goettert foi amarrado e colocado de barriga para baixo no chão. A mãe e a criança foram obrigadas a ficar sentadas no sofá. 

Os criminosos roubaram duas TVs de 40 e 32 polegadas, aparelho de parabólica, aparelho de som, batedeira, lava-jato, um celular, um tablet e cerca de R$ 300,00. Depois, colocaram os objetos na Renault Duster, placas IUT 2904 e cor prata, que pertence à família e fugiram. Os homens chegaram a desamarrar o agricultor para que ele ajudasse a retirar uma das TVs do suporte. Depois, amarraram de novo e o colocaram em um banheiro. Já a mãe e a criança foram trancadas em uma dispensa. Conforme relato da vítima, os homens ameaçaram atirar caso a família reagisse. Ninguém se feriu durante a ação, que durou cerca de 30 minutos. Após a fuga dos bandidos, Goettert conseguiu se soltar e pediu ajuda a um parente que mora nas proximidades.

A Rondas Ostensivas com o Apoio de Motocicletas (Rocam) e o Pelotão de Operações Especiais (POE) estão fazendo buscas aos criminosos. Os homens teriam fugido em direção à área urbana de Santa Cruz. Cerca de 150 metros depois, teriam entrado em uma localidade que dá acesso à Linha João Alves, Pinheiral ou Rincão do Sobrado. A suspeita é que eles tenham ido para Linha João Alves. Até o momento, a polícia não encontrou os ladrões.