Crime em Encruzilhada 05/12/2018 17h35 Atualizado às 18h54

Criança que teria sido espancada será sepultada em Venâncio Aires

Enzo Gabriel Quintana Dilenburg, de 2 anos, foi encontrado desacordado pela mãe em Encruzilhada do Sul

O menino Enzo Gabriel Quintana Dilenburg, de 2 anos, que teria morrido após ser espancado em Encruzilhada do Sul será sepultado nesta quinta-feira, 6, em Venâncio Aires. A mãe encontrou a vítima, na madrugada desta quarta, desacordada dentro do berço. Com a ajuda de vizinhos, levou o menino para o Hospital Santa Bárbara, mas, segundo a direção da casa de saúde, ele chegou sem vida. 

Um laudo preliminar da necropsia feita no Departamento Médico Legal (DML), de Cachoeira do Sul, apontou que a causa da morte foi politraumatismo. Enzo teria fraturado uma costela, estava com sinais de possível esganadura e hematomas pelo corpo e rosto. O padrasto do menino é o principal suspeito do crime. Ele sumiu após o ocorrido. 

O corpo de Enzo está sendo velado na Capela Paul Harris, em Venâncio Aires. O sepultamento está marcado para as 8h30 desta quinta-feira, no Cemitério de Ponte Queimada. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

LEIA MAIS: Criança de 2 anos morre com suspeita de espancamento