Investigação 06/12/2018 18h36 Atualizado às 15h58

Polícia procura suspeito de matar menino de 2 anos em Encruzilhada do Sul

Jonatas Gomes de Melo, de 32 anos, era padrasto da vítima e está foragido

A Polícia Civil de Encruzilhada do Sul divulgou na tarde desta quinta-feira, 6, a identidade do homem suspeito de ter espancado um menino de 2 anos até a morte, em Encruzilhada do Sul. O acusado é Jonatas Gomes de Melo, de 32 anos. Ele era padrasto do pequeno Enzo Gabriel Quinta Dilenburg, que faleceu na madrugada dessa quarta-feira, 4. O acusado foi localizado e preso no fim da noite desta quinta em uma casa situada na Rua Santiago, no Loteamento Beckenkamp.

A mãe de Enzo, de 30 anos, foi ouvida novamente pela polícia nesta quinta. Conforme a delegada Raquel Schneider, ela manteve a versão de que teria encontrado o menino desacordado no berço, pela manhã, e revelou novos detalhes sobre a relação do padrasto com a criança. "Ela contou que ele teria batido no menino uma vez, e que ela teria se colocado na frente do padrasto, apanhando também. Nessa ocasião, ela teria chegado a sair de casa, mas acabou retornando depois", detalhou.

Ainda segundo a delegada, o Conselho Tutelar do município informou que esteve na residência da família há cerca de 30 dias, mas não encontrou nenhuma anormalidade. Até o momento, a polícia não tem nenhuma confirmação de que o irmão de Enzo, de 6 anos, também tenha sido agredido. O menino passará por atendimento psicológico.

LEIA MAIS