Tragédia 16/12/2018 11h22 Atualizado às 06h36

Família morta em acidente na BR-386 será velada em Santa Cruz

Os quatro estavam em um carro que pegou fogo após uma colisão em Montenegro

Cristiano Ferreira da Silva, de 40 anos, Karen Alessandra Job da Silva, 38 anos, João Vitor Job da Silva, 12, e Manuela Job da Silva, de 3 anos, serão velados em Santa Cruz do Sul. Os quatro morreram na tarde desse sábado, 15, em Montenegro, após se envolverem em um acidente de trânsito na BR-386. O carro onde eles estavam pegou fogo. Os adultos e a criança mais velha foram carbonizados, dentro do carro. A menina, de 3 anos, foi encontrada morta em uma cadeirinha, no matagal.

LEIA MAIS: Família morta em acidente na BR-386 morava em Santa Cruz

Na manhã deste domingo, 16, familiares acompanharam uma equipe da Funerária Halmenschlager até o Departamento Médico Legal (DML) de Porto Alegre, onde os dois adultos e as crianças devem ser reconhecidos. De acordo com a funerária, o corpo de Manuela, de 3 anos, foi ainda neste domingo, já que ela não foi carbonizada, como os pais e o irmão. O velório da menina acontece no Cemitério Paz Eterna, em Santa Cruz, a partir das 20h30. O sepultamento está marcado para as 10h30 desta segunda-feira, 17. 

Os demais corpos precisam passar por exame de DNA. No entanto, a coleta do material genético é realizada apenas entre segunda e sexta-feira, o que impossibilita a liberação dos corpos neste domingo. Em razão disso, não há previsão para que a funerária traga os corpos para Santa Cruz e nem informações sobre horário do velório e sepultamento de Cristiano, Karen e João Vitor.

Os pais e as crianças moravam em Santa Cruz, onde também reside parte da família do casal. Os quatro moravam no Bairro Ana Nery. Conforme uma vizinha da família, Karen trabalhava no Centro Radiológico Radson. O filho mais velho do casal estudava na Escola Estadual de Ensino Médio Willy Carlos Frohlich, o Polivalente, jogava futebol no Genoma Colorado e fazia parte do time do Chacais.

A equipe, inclusive, publicou uma nota de pesar na manhã deste domingo, na página do Chacais no Facebook. “Nossos corações e mentes estão em sintonia com os familiares, emanando energias de conforto e amor. Afinal, João Vitor era assim: alegre, comprometido, inteligente e autêntico. Quatro estrelas no céu, um Chacal zelando por nós”, escreveu o time.