Santa Cruz 14/03/2019 08h53 Atualizado às 13h57

Suspeito de ser matador oficial de facção é preso

Homem também é acusado de tentativa de homicídio e ocorrência de Maria da Penha

Um jovem de 22 anos foi preso pela Polícia Civil durante cumprimento de mandados na manhã desta quinta-feira, 14, em Santa Cruz do Sul. De acordo com informações do delegado Alessander Zucuni Garcia, da 2ª Delegacia de Polícia, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em cinco locais, além de um mandado de prisão preventiva. O homem preso nesta manhã seria o matador oficial de uma facção de Santa Cruz do Sul.

O alvo da ação tinha mandados da 1ª e 2ª delegacias, Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e uma ocorrência de Maria da Penha na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam). O nome do preso não foi divulgado pela Polícia Civil.

O jovem foi detido durante as buscas e objetos foram apreendidos na Rua Normélio Boettcher, no Bairro Santa Vitória. "Também identificamos esse rapaz como um dos autores de uma tentativa de homicídio no Bairro Santa Vitória", explicou Alessander. Na ocasião, dois irmãos foram alvejados por disparos de arma de fogo na frente de casa, na Rua Lino Manoel dos Santos, no dia 23 de fevereiro.

Os policiais não localizaram armas durante as buscas. Outro suspeito de participação nos crimes também é investigado, no entanto, a prisão do homem de 22 anos era a mais importante. "Ele vai ser interrogado agora. Era a prisão mais premente porque ele estaria envolvido com facção, estaria exercendo a atividade de executar desafetos, a função de matador. Tivemos a precaução de tirar ele do ar para evitar novos crimes", explica o delegado.