Latrocínio 25/03/2019 18h16 Atualizado às 18h28

Polícia Civil já tem suspeitos de matar santa-cruzense em antiga sede da Apae

Agentes da Draco realizaram novas diligências no imóvel onde Carlos Gilberto Brinker, de 48 anos, foi encontrado morto

Na manhã dessa segunda-feira, 25, agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Santa Cruz do Sul realizaram novas diligências no imóvel onde Carlos Gilberto Brinker, de 48 anos, foi encontrado morto. De acordo com o delegado Marcelo Chiara Teixeira, que comanda o caso, os policiais estavam em busca de elementos que contribuam para o inquérito policial. "Estamos trabalhando com a tese de latrocínio e as investigações estão avançadas. Já temos suspeitos da autoria", revelou. 

LEIA MAIS

Carlos Gilberto Brinker saiu da casa onde morava com a mãe, em Linha João Alves, no dia 12 de março, uma terça-feira, e não retornou. Cinco dias depois, no início da noite de domingo, 17, a Brigada Militar localizou o corpo dele em um casa abandonada, às margens da RSC-287, já em estado avançado de decomposição. No passado, o imóvel foi sede da Apae.