Vale do Sol 03/04/2019 23h05 Atualizado às 17h23

Jovens que trocaram tiros com a polícia seriam da facção Bala na Cara

Dupla foi abordada na RSC-287 nessa quarta; bandidos teriam cometido um assalto em Santa Maria

O jovem preso e o menor apreendido após um tiroteio nessa terça-feira, 2, na RSC-287 em Vale do Sol, seriam membros da facção Bala na Cara. A Brigada Militar localizou os suspeitos durante uma mobilização policial. Tudo começou depois de um acidente de trânsito em Novo Cabrais, onde a polícia encontrou munições de calibre 12, toucas ninjas, artefatos inflamáveis e miguelitos no carro envolvido.

LEIA MAIS: Após acidente, BM encontra munições, touca ninja e miguelitos em veículo

A BM entrou em alerta e viaturas foram mobilizadas para circular pela rodovia e realizar abordagens aleatórias. Por volta da 1 hora, um veículo suspeito foi identificado nas proximidades do trevo de Vale do Sol, no quilômetro 125 da rodovia. Dois policiais do Pelotão Rodoviário de Santa Cruz deram ordem de parada, mas o Ford Ka preto passou a realizar manobras evasivas no entorno do acesso. Após finalmente parar o carro, o motorista abriu fogo contra a guarnição, que revidou os disparos. Um do três homens que estavam no automóvel conseguiu fugir para um matagal, e os outros dois foram detidos.

LEIA MAIS: Em carro com fuzil e munições, jovens trocam tiros com polícia e são presos

Dentro do Ka a BM encontrou um fuzil 762, uma pistola 9 milímetros, três carregadores, 66 munições, R$ 2.328,00, dois potes de vidro com miguelitos, um tablete de maconha, um radiocomunicador e duas camisetas com emblemas da Polícia Civil. O carro havia sido roubado em Porto Alegre, no último dia 24, e estava com placas clonadas de Alvorada. A identificação original era IXW 7210, de Gravataí.

Os suspeitos, de 15 e 18 anos, foram levados para a Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) de Santa Cruz, onde o delegado regional Luciano Menezes, que respondia pelo plantão, atendeu à ocorrência. De acordo com ele, a dupla morava no Bairro Bom Jesus, em Porto Alegre, e revelou fazer parte da facção Bala na Cara.

Rivais da facção Os Manos, que comanda o tráfico de drogas no Vale do Rio Pardo, os Bala na Cara são conhecidos pela brutalidade de suas execuções. Informalmente, os jovens confessaram ao delegado que estariam voltando de Santa Maria, onde teriam assaltado um agiota. Os dois foram indiciados por tentativa de homicídio doloso, adulteração de sinal identificador de veículo, receptação, posse de entorpecentes e posse e porte ilegal de arma de fogo de calibre restrito. O maior de idade foi encaminhado para o Presídio Regional de Santa Cruz. 

Foto: DivulgaçãoApós serem detidos, os suspeitos, de 15 e 18 anos, foram apresentados em Santa Cruz
Após serem detidos, os suspeitos, de 15 e 18 anos, foram apresentados em Santa Cruz

 

Casos não teriam ligação

Apesar da coincidência, o delegado regional Luciano Menezes afirma que não há nenhum indício, até o momento, que ligue a dupla presa em Vale do Sol com o veículo acidentado em Novo Cabrais. A atuação dos suspeitos na região, contudo, está sendo investigada pela Polícia Civil. “Pedimos a quebra de sigilo de dois celulares que estavam com eles e vamos verificar o que há nesses aparelhos.

Também estamos realizando buscas pelo terceiro homem, que conseguiu escapar”, detalhou. Menezes mencionou ainda que a dupla detida apresentava um perfil diferenciado. “Apesar de serem jovens, os dois demonstraram muita frieza e pareciam ser experientes no meio criminoso”, comentou.