Santa Cruz 14/08/2019 08h48 Atualizado às 09h12

Jovem vítima de acidente com moto tem perna amputada

Leandro Martens já está no quarto, no Hospital Santa Cruz. Colisão foi no cruzamento da Júlio com a São José

Vítima de um acidente na tarde dessa terça-feira, 13, no Centro de Santa Cruz do Sul, o jovem Leandro Martens, de 24 anos, teve uma perna amputada após passar por cirurgia, ainda nessa terça. A informação foi confirmada pela assessoria do Hospital Santa Cruz (HSC), onde o rapaz está internado. De acordo com o hospital, ele já está no quarto e tem o quadro de saúde estável.

No acidente, o pai de Leandro, Ilson João Martens, de 48 anos, morreu. A colisão aconteceu na esquina das ruas São José e Júlio de Castilhos, no Bairro Goiás, em Santa Cruz do Sul. O acidente entre a Honda Bros que Martens pilotava e uma Saveiro matou-o na hora e deixou ferido o filho, Leandro, que estava na garupa. A condutora da Saveiro, uma mulher de 31 anos, não sofreu ferimentos.

Com a velocidade do impacto, Martens foi arremessado sobre a calçada e se chocou contra o muro de uma revenda de veículos. Segundo a polícia, ele morreu no local. Leandro teria ficado prensado entre a Saveiro e o poste da sinaleira do cruzamento. De acordo com testemunhas, o jovem caiu ajoelhado no chão. Leandro foi encaminhado para o HSC, onde foi submetido a uma cirurgia. 

LEIA MAIS: Motociclista morre em acidente na esquina da Júlio com São José

Saveiro era recém emplacada

De acordo com a Brigada Militar, a colisão aconteceu por volta das 14h30. A motocicleta trafegava pela Rua São José, no sentido Unisc-Bairro Senai. Já o automóvel, que pertenceria a uma locadora de veículos, subia a Júlio de Castilhos. A condutora da Saveiro estava voltando do Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA). A picape zero-quilômetro acabara de ser emplacada e seria devolvida para a agência de locação de veículos.

A motocicleta Honda Bros e a Saveiro vão passar por uma perícia. Os investigadores também vão analisar as imagens das câmeras de segurança de revendas de automóveis vizinhas ao cruzamento, para tentar identificar os motivos do acidente, que aconteceu em um ponto onde existe sinaleira.

Natural de Lajeado, Ilson João Martens era morador do Bairro Aliança. O corpo dele foi levado para Cachoeira do Sul, para autópsia do Instituto Médico-Legal (IML). O velório teve início às 23h30 dessa terça, na Capela Santo Antônio do Bairro Arroio Grande. A família ainda não definiu em qual cemitério o corpo vai ser sepultado. Ilson João Martens deixa a esposa e Leandro, o filho único.