Crueldade 16/09/2019 08h12 Atualizado às 14h28

Cachorro é agredido pelo dono com uma pá no Centro de Santa Cruz

Animal está internado em estado grave. Homem vai responder pelo crime de maus-tratos

Um homem agrediu um pastor-alemão com uma pá na madrugada desta segunda-feira, 16, na Rua Ernesto Alves, no Centro de Santa Cruz do Sul. Vizinhos viram as agressões e a Brigada Militar foi acionada. O homem esteve na Delegacia de Polícia para prestar depoimento e disse que foi mordido pelo cão. O animal está internado em uma clínica em estado grave.

Uma das vizinhas que presenciaram a cena disse que estava dormindo quando acordou com os latidos e gritos. O marido dela disse que o vizinho estava matando o cachorro. “Levantei no susto e corri para fora. Perguntamos o que ele estava fazendo e ele disse que bateu porque o cachorro havia mordido ele, mas sabemos que é um cachorro manso”, contou. 

Indignada, ela disse que chamaria a Brigada Militar, mas quem acabou ligando foi o próprio agressor. As câmeras de segurança na casa da vizinha registraram todas as cenas. Nelas é possível ver que o homem chega no pátio e começa a dar tapas no cachorro. Em seguida, ele pega a pá e começa as agressões. “Temos três cachorros em casa e eles são tratados como filhos. Estou em choque, não consigo nem ver as cenas”, relatou.

Defensora da causa animal, a vereadora Bruna Molz foi acionada para resgatar o cachorro. Ele foi encontrado caído no pátio, ainda vivo. Pela manhã, o cão, apelidado de Boris, foi levado para a Clínica Wazlavick, em estado de choque, com muita febre e bastante machucado. O animal vai ficar internado e, quando melhorar, será encaminhado para adoção. Uma vaquinha online foi criada para ajudar nas despesas (clique aqui).

O homem foi ouvido e liberado. Após, foi encaminhado ao hospital para tratar um ferimento no braço. Ele vai responder pelo crime de maus-tratos. Em caso de morte do animal, pode pagar multa de R$ 4.418,00, além das sanções criminais que se enquadrarem no caso.

>> CLIQUE AQUI E AJUDE NA VAKINHA ONLINE

LEIA MAIS: Saiba como denunciar maus-tratos aos animais em Santa Cruz