Investigação 14/02/2020 10h42 Atualizado às 11h53

Homem e mulher são presos com armas em operação da Polícia Civil

Polícia suspeita que as pistolas e o revólver tenham sido usados em homicídios e roubos

A Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira, 14, um homem e uma mulher por posse ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. A prisão aconteceu no Bairro Rauber, por volta das 8 horas. Conforme o delegado Alessander Zucini Garcia, responsável pela 2ª Delegacia de Polícia, o mandado de busca e apreensão foi cumprido após investigação no local.

“A gente recebeu a informação de que neste bairro havia uma residência que estava sendo usada para ocultar armas de fogo empregadas em diversos crimes da região, dentre eles homicídios e roubos”, contou à Rádio Gazeta. A equipe então investigou o local, confirmando a suspeita. A casa fica na Rua Rosalvo Antonio de Borba.

Nesta sexta-feira, os policiais cumpriram o mandado de busca e encontraram em um dos cômodos da casa três armas de fogo: duas estavam em uma mochila e a terceira de posse do homem, de 25 anos, que acabou preso. “Havia na casa também drogas e outros indícios de traficância, como anotações da contabilidade.” Foram apreendidas porções de maconha e a dona da casa, de 27 anos, foi presa.

Foram apreendidos também uma pistola calibre 45, uma pistola 9 milímetros e um revólver calibre 32 com a numeração raspada. Ainda foram encontradas 23 munições 9 milímetros, 17 de calibre 40, 21 de calibre 22 e seis de calibre 32, que estavam na arma apreendida. “Agora, vamos encaminhar essas armas para perícia, já que existe a possibilidade de que tenham sido usadas em homicídios em Santa Cruz do Sul e na região, inclusive”, explicou o delegado.

Os dois presos foram levados à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) para registro do caso e serão levados ao Presídio Regional de Santa Cruz do Sul. “Neste momento, eles foram presos por posse de armas de fogo e tráfico de drogas. Na sequência, a perícia vai confirmar se as armas foram usadas em outros crimes. A partir daí eles [os preso] poderão ser indiciados pelas outras ações criminosas.” A ação teve apoio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

LEIA MAIS: Polícia Civil prende autor de furtos em Santa Cruz do Sul