Conquista 09/03/2020 14h02 Atualizado às 21h05

BM de Santa Cruz recebe viatura exclusiva para a Patrulha Maria da Penha

Entrega aconteceu na manhã desta segunda-feira

A Brigada Militar de Santa Cruz do Sul recebeu na manhã desta segunda-feira, 9, na sede do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio Pardo (CRPO/VRP), uma viatura policial exclusiva para a Patrulha Maria da Penha (PMP) do 23° Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Estiveram presentes o comandante do CRPO/VRP, coronel Valmir José dos Reis; o comandante do 23° Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Giovani Paim Moresco; a procuradora especial da Mulher na Assembleia Legislativa, deputada Kelly Moraes; o deputado federal Marcelo Moraes; o presidente do Grupo de Apoio à Brigada Militar (GABM), Roberto Gross; o delegado regional, Luciano Menezes; a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), Iara Bonfanti; a vice-presidente do CMDM e coordenadora da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa do RS, Nicole Weber; oficiais e praças da instituição, imprensa e comunidade.

Segundo o comandante do CRPO, a doação da viatura à patrulha vai contribuir de forma decisiva para a implementação das políticas institucionais voltadas para atendimento de modo qualificado e segmentado às demandas por proteção das mulheres. O veículo foi conquistado a partir de articulação dos deputados Kelly e Marcelo Moraes, com apoio do vice-governador e secretário de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e acompanhamento de Nicole Weber.

“Acreditamos na manutenção de serviços com políticas públicas para as mulheres. A Patrulha Maria da Penha faz um serviço humanizado, tem profissionais capacitados e é importante que o poder público olhe para estes profissionais. Sabemos que a taxa de feminicídio no Estado, em janeiro, aumentou em 233%, por isso também é preciso o investimento, e quem sai ganhando é a sociedade”, destacou Nicole.

Policiais que atuam na Patrulha Maria da Penha

Saiba mais
A Lei Maria da Penha se constituiu no grande marco legal do combate à violência contra a mulher no Brasil, sendo um fenômeno histórico, fruto das relações de desigualdade de gênero, classe, raça e sexualidade. Um dos propósitos da Patrulha Maria da Penha é contribuir para a efetividade das ações de proteção às mulheres vítimas de violência doméstica ou familiar, sendo uma ação de caráter preventivo e ostensivo.

LEIA MAIS
Santa Cruz é o único município da região com uma delegacia da mulher
Lei Maria da Penha: o que Santa Cruz faz pelas mulheres

Viatura deve contribuir no atendimento de demandas por proteção das mulheres