PREOCUPAÇÃO 25/03/2020 21h30

Bombeiros de Santa Cruz enfrentam falta de materiais

Com o aumento da demanda, guarnição está praticamente sem estoque de álcool gel, luva, mascaras e aventais

O 6º Batalhão de Bombeiros Militares de Santa Cruz do Sul enfrenta dificuldades para repor alguns tipos de equipamentos de proteção individual. A necessidade de EPIs atinge especialmente os 24 profissionais que trabalham com resgates, já que possuem contato direto com outras pessoas durante os atendimentos. Com o aumento da demanda por alguns produtos, como o álcool gel, está difícil repor os estoques no quartel do município.

O comandante do batalhão, tenente-coronel Nilton Camargo, descreve quais são os materiais que estão praticamente em falta na unidade. “Tínhamos previsto, dentro na normalidade, uma reserva técnica de álcool gel, luvas, mascaras e aventais de proteção, aliados aos nossos materiais de segurança. Só que pela grande demanda que está ocorrendo neste momento, as nossas reservas estão se exaurindo,” explicou.

LEIA MAIS: Prefeitura repassa mais de R$ 2 milhões a hospitais de Santa Cruz

Conforme o comandante dos bombeiros, as empresas que costumam fornecer os equipamentos para a corporação não conseguem ter os EPIs à pronta-entrega. Além disso, o processo de licitação para compra dos materiais pode demorar e, até lá, os serviços teriam que ser interrompidos.

Por enquanto, integrantes do Grupo de Apoio aos Bombeiros (Gabom) ajudam com a doação de itens, assim como algumas empresas. O Corpo de Bombeiros orienta que quem puder ajudar com o fornecimento dos produtos, que entre em contato pelo telefone 3711-2323.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS