SANTA CRUZ 16/06/2020 19h56 Atualizado às 22h58

Moradora do Bairro São João registra caso de importunação sexual

Jovem de 24 anos já foi assediada duas vezes pelo mesmo homem

Uma situação revoltante foi registrada por uma moradora do Bairro São João, em Santa Cruz do Sul, em publicação em rede social e boletim de ocorrência, nesta terça-feira, 16. A jovem de 24 anos relata que um homem parou em frente à casa dela, que fica a poucos metros de uma escola, colocou o órgão genital para fora das calças e masturbou-se. Isso ocorreu por volta das 16 horas.

A vítima então gritou xingamentos para o agressor e ele fugiu. Ela fez o registro do crime de importunação sexual por meio da Delegacia Online, da Polícia Civil.

LEIA TAMBÉM: Homem flagrado se masturbando é indiciado por importunação sexual e ato obsceno

Segundo a jovem, esta é a segunda vez que ela sofre este tipo de ataque do mesmo homem. Ainda de acordo com a vítima, ele é alto, cabelo raspado e aparenta ter entre 25 e 30 anos. “Provavelmente tem outras mulheres com as quais ele fez isso”, afirmou a jovem à reportagem.

Segundo o código penal brasileiro, é crime de importunação sexual “praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”. A pena prevista é de um a cinco anos de reclusão.

LEIA MAIS: Importunação sexual vira crime, com pena de até 5 anos