Crueldade 14/10/2020 10h05

Dono de mercado mata cadela que esperava por menino de 13 anos

Caso ocorreu em Sapucaia do Sul e provocou revolta de moradores

Uma cadela foi morta com um tiro pelo dono de um mercado, em Sapucaia do Sul. O dono do animal, um menino de 13 anos, presenciou parte da cena que ocorreu na segunda-feira, 12, Dia das Crianças. O comerciante foi preso.

Por volta do meio-dia, o garoto foi ao mercado situado no Loteamento Nascer do Sol, no Bairro Boa Vista, para fazer compras pedidas pelos pais. Ele foi acompanhado pela cadela, Belinha, como era costume. O cão ficou esperando do lado de fora do estabelecimento, mas a presença dele não agradou o proprietário do mercado. Segundo a polícia ele atirou com uma espingarda contra a cadela. O menino ouviu o tiro e saiu correndo de dentro do mercado. Ele ainda levou Belinha, sagrando, até os pais, mas nada pode ser feito.

O fato gerou revolta de moradores do loteamento, que cercaram o prédio do mercado. A Brigada Militar foi acionada e deteve o homem. Ele afirmou que tinha a intenção de somente assustar o animal e entregou a arma, uma carabina de pressão. O indivíduo foi preso em flagrante com base na lei de maus-tratos aos animais, sancionada em 29 de setembro pela Presidência da República.

Enterro
Belinha foi adotada pela família há oito anos. Foi o menino que a viu na rua e pediu aos pais para ficar com ela. Eram amigos inseparáveis.

O animal foi enterrado pela família em uma praça onde tinha o costume de brincar.

LEIA TAMBÉM: Cinco criminosos morrem durante confronto com a BM