INVESTIGAÇÃO 20/11/2020 06h57

Polícia de Santa Cruz busca assaltante em Santa Catarina

Junto com dois comparsas, jovem de 19 anos teria rendido mulheres na saída de uma academia, no dia 5 de outubro

A 1ª Delegacia de Polícia de Santa Cruz do Sul prendeu nessa quinta-feira, 19, um jovem acusado de ser um dos três assaltantes que, com facas em punho, roubaram celulares e dinheiro de duas mulheres no Centro, no dia 5 de outubro. A captura aconteceu por volta das 20 horas de quarta-feira, no município de São José, Litoral de Santa Catarina.

O jovem foi encontrado em uma lancheria situada no município da Grande Florianópolis, onde estava trabalhando como atendente. Ele não ofereceu resistência. A ação contou com o apoio da Delegacia de Polícia de São José.

Na tarde de quinta, o preso foi trazido por três policiais da 1ª DP para Santa Cruz do Sul. No depoimento à delegada Ana Luisa Aita Pippi, o jovem revelou que estava morando na casa de parentes, em São José, e trabalhando na lancheria. Em seguida, ele foi encaminhado ao Presídio Regional. “No decorrer das investigações, conseguimos identificar esses suspeitos a partir do reconhecimento deles pelas vítimas, por meio de imagens. Com isso, representamos pelas prisões preventivas desses indivíduos, que foram decretadas pelo Poder Judiciário”, disse a delegada.

De acordo com a responsável pela 1ª DP, depois da emissão do mandado de prisão, ainda na metade de outubro, primeiro foram realizadas diligências para localizar o indivíduo em Santa Cruz do Sul, de onde ele é natural. Porém, após algumas incursões, a Polícia Civil obteve a informação de que ele não estava mais na cidade.

“A partir daí, continuamos as investigações para descobrir o paradeiro dele e conseguimos chegar a esse município de Santa Catarina”, complementou a delegada. O preso, de 19 anos, não tinha antecedentes depois de adulto. Quando adolescente, no entanto, possuía registro por tráfico de drogas. Ele irá responder pelo crime de roubo majorado pelo concurso de agentes e emprego de arma branca. A Polícia Civil manteve o nome dele em sigilo.

LEIA MAIS: Homem é preso após roubar duas mulheres perto de academia

Três agentes da 1ª DP apresentaram à delegada Ana Luisa o acusado, que estava morando na casa de familiares em São José | Foto: Lula Helfer

Terceiro participante no crime está foragido
Esse foi o segundo homem capturado por envolvimento no roubo de 5 de outubro. O primeiro, de 29 anos, também natural de Santa Cruz, foi preso em flagrante pela Brigada Militar logo após o assalto e está no Presídio Regional desde então. Possui registros por roubo, lesão corporal, homicídio tentado e tráfico.

O terceiro assaltante, de 23 anos, é natural de Bagé e continua foragido. Ele tem extensa ficha criminal, com antecedentes por estupro de vulnerável, homicídio, tráfico, porte de arma, corrupção de menores e receptação, com mandados em aberto em cidades como Marau e Passo Fundo.

A delegada Ana Luisa disse que a Polícia Civil está disposta a prender criminosos, independentemente de onde estiverem. “Nosso trabalho é coibir fatos como esse. Vamos representar sempre contra esses crimes na cidade e vamos buscar, onde quer que estejam, esses criminosos. Buscamos a justiça e não vamos aceitar esse tipo de delito.”

LEIA TAMBÉM: Mulher compra dinheiro falso pela internet e acaba presa em Santa Cruz

Como foi o roubo
Duas jovens, de 17 e 22 anos, foram abordadas por volta das 20h30 do dia 5 de outubro por três assaltantes. Elas estavam saindo de uma academia, na Avenida Paul Harris, no Centro. Empunhando facas, o trio ameaçou as jovens e roubou os celulares das duas, além de R$ 300,00 em dinheiro.

Em uma rápida ação, que contou com o auxílio de um popular que passava de caminhonete pelo local, uma guarnição da Brigada Militar recuperou os dois smartphones e prendeu um dos criminosos, de 29 anos, na Avenida Assis Brasil, perto de um mercado. O dinheiro foi levado pelos dois homens, de 19 e 23 anos, que conseguiram fugir.

No dia do roubo, os celulares foram recuperados pela Brigada Militar

LEIA TAMBÉM: Polícia encontra armas e aves silvestres em cativeiro


MAIS LIDAS