TUNAS 18/02/2021 16h47 Atualizado às 17h27

FOTOS: Polícia Civil encontra projétil em casa onde família foi assassinada

Agentes fizeram levantamentos no local na manhã desta quinta-feira. Encontro da munição pode ajudar a confirmar versão do suspeito do crime

Agentes da Polícia Civil estiveram na manhã desta quinta-feira, 18, na residência no Rincão dos Tocos, interior de Tunas, onde uma família foi assassinada na última semana. Os policiais fizeram levantamentos na cena do crime, a fim de colher informações para o inquérito. Um dos itens encontrados foi um projétil de arma de fogo, deflagrado.

Na manhã da sexta-feira, 12, os corpos de Adão Antunes dos Santos, de 66 anos, Marlene Schoeninger, de 43, e de uma menina de 1 ano e 4 meses, filha do casal, foram encontrados carbonizados dentro da residência em que eles viviam. As investigações a partir do incêndio levaram a polícia a prender, preventivamente, o filho mais velho do casal, Jaime Schoeninger dos Santos, de 23 anos.


LEIA MAIS: Homicídio em Tunas: jovem pode ter assassinado os pais e a irmã por causa de herança

O próprio acusado relatou, em depoimento, que, após uma briga com Adão, matou o pai a tiros e depois jogou óleo diesel e incendiou o cadáver, ainda dentro da residência. O fogo se espalhou e a casa inteira acabou atingida. Marlene e a bebê morreram trancadas dentro do banheiro da moradia.

Mulher e criança de 1 ano morreram trancadas no banheiro da casa em chamas


A localização da bala disparada dentro da casa pode ajudar a confirmar essa versão. “Como ele estava bem onde foi encontrado o corpo do pai, a gente acredita que seja do disparo efetuado”, relatou a delegada Alessandra Xavier, que coordena a investigação.

Projétil encontrado na cena do crime
Galões com diesel, usado para incendiar a casa, em galpão próximo à moradia

LEIA TAMBÉM: Jovem é preso suspeito de matar os pais e a irmã em incêndio