Pandemia 22/02/2021 09h09

Municípios da região registram descumprimento do decreto que suspende atividades

Forças de segurança atuaram no fim de semana fiscalizando locais que estavam abertos entre 22 e 5 horas

No primeiro dia de validade da suspensão de atividades não essenciais entre 22 e 5 horas, como medida preventiva para refrear o avanço da pandemia da Covid-19, as forças da Segurança Pública do Estado fiscalizaram cerca de 220 estabelecimentos comerciais em todo o Rio Grande do Sul. Na região, houve quatro anotações de descumprimentos da ordem. Duas delas ocorreram em Venâncio Aires e duas em Sobradinho.

A Brigada Militar – com apoio da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros Militar, das guardas municipais e de agentes de vigilância sanitárias de prefeituras –, iniciou o trabalho às 22 horas de sábado, 20, com presença ostensiva nas ruas e abordagem nos pontos de atividade não essencial que se mantiveram abertos após o horário estabelecido. Com a chegada dos policiais, as pessoas se retiravam dos locais e os estabelecimentos eram fechados.

LEIA MAIS: ‘Sem dúvida, é o pior momento’, diz governador sobre pandemia no Estado

Em todo o Rio Grande do Sul, a BM registrou a atuação em 110 ocorrências de dispersão de aglomerações e 30 ocorrências de encerramento de festas clandestinas. “As ações realizadas entre a noite de sábado e a madrugada de domingo comprovam o empenho das nossas forças de segurança em dar efetividade à determinação do governo para reduzir a circulação de pessoas nesses horários, que se mostravam os mais críticos para aglomerações e não utilização de máscaras. Seguiremos com esse mesmo compromisso para vencermos esse que é o pior momento da pandemia no RS. E continuamos contando, também, com o apoio e a consciência da população, que em sua imensa maioria atendeu ao nosso chamado para respeitar as restrições impostas por esse momento crítico”, afirmou o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS