Passo do Sobrado 30/03/2021 09h55 Atualizado às 10h11

Suspeitos de cometerem furto abigeato disparam contra policiais militares

Abordagem a caminhão na localidade de Passo da Mangueira terminou com troca de tiros na noite dessa segunda-feira, 29

Policiais militares de Passo do Sobrado foram alvos de disparos na noite dessa segunda-feira, 29, em Passo do Sobrado. Após receber a informação de moradores de que um caminhão Ford, modelo F-600, cor branca, com placas de Venâncio Aires, estaria transportando uma carga suspeita de furto abigeato, a guarnição de plantão, composta por dois PMs, deu início às buscas.

Às 23 horas, o veículo com as características mencionadas foi localizado em uma estrada vicinal da localidade de Passo da Mangueira, próximo do chamado Corredor dos Fontouras. Após os policiais anunciarem a abordagem, o caroneiro desceu do caminhão e fugiu para o mato. Já o motorista abriu fogo. Munido de um revólver calibre 38, efetuou diversos tiros contra a guarnição, que se abrigou e revidou, também disparando com arma de fogo.

LEIA TAMBÉM: Nem sepulturas escapam da ousadia dos ladrões em Passo do Sobrado

Os animais foram apreendidos e deixados com um homem, que ficou na condição de fiel depositário até ser identificado quem de fato era o dono do gado

Após a troca de tiros, o motorista acabou fugindo em direção a uma lavoura de mandioca. Os policiais militares não foram atingidos durante a ocorrência. Na sequência do fato, a guarnição verificou que na carroceria do Ford estavam 14 animais sem procedência esclarecida. A suspeita é de que o gado havia sido furtado momentos antes em uma propriedade rural do interior de Passo do Sobrado.

Os animais foram apreendidos e deixados com um homem, que ficou na condição de fiel depositário até ser identificado quem de fato era o dono do gado. Uma ocorrência foi registrada pelos PMs que atuaram na abordagem. O caminhão Ford F-600, que foi encaminhado a um depósito, está no nome de um morador de Venâncio Aires, de 27 anos, que será chamado para prestar esclarecimentos. O caso será investigado pela Polícia Civil.

LEIA TAMBÉM: Homem é preso logo após praticar abigeato