Santa Cruz 05/04/2021 19h02 Atualizado às 21h00

Acusados de assaltar policial militar são presos pela Polícia Civil

Crime foi cometido por trio no Bairro Esmeralda, em 7 de fevereiro. Detidos podem estar envolvidos em outros roubos no município

Uma investigação iniciada em fevereiro pela Polícia Civil ganhou um novo capítulo na tarde desta segunda-feira, 5. Um dos autores de um assalto a um policial militar em Santa Cruz do Sul foi preso e encaminhado ao Presídio Regional. Ele, assim como outros dois homens, foram identificados como participantes do crime, ocorrido na noite de 7 de fevereiro, no Bairro Esmeralda.

Na ocasião, por volta das 22 horas, o policial, ao chegar em sua casa, na Rua Taquara, foi abordado no portão. Ele foi rendido com um revólver por uma dupla. Teve o celular e sua pistola de uso profissional, da marca Imbel, roubada.

Após o crime, os dois assaltantes pegaram carona em um veículo prata, na qual um terceiro comparsa aguardava. O trabalho investigativo identificou o motorista, de 27 anos, que irá responder em liberdade.

LEIA TAMBÉM: BM encontra depósito de drogas no Corredor Zanette e homem é preso

Com ele, foi encontrado o telefone celular do policial. Já a dupla que cometeu o assalto vinha sendo alvo de diligências da Polícia Civil durante a última semana. Na quinta-feira, em operação da 2ª DP, que contou ainda com o apoio da 1ª DP e da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), um deles, de 26 anos, foi preso na Rua Bruno Agnes, Bairro Bom Jesus, onde cumpria prisão domiciliar.

“A investigação identificou os três envolvidos no crime. Esse motorista teve a participação menor, por isso, neste primeiro momento, irá responder em liberdade. Os outros dois, que tiveram a prisão preventiva decretada diante das provas que encontramos no decorrer da investigação, foram recolhidos ao presídio”, comentou o delegado Alessander Zucuni Garcia.

Um mandado de prisão também foi cumprido na manhã de quinta-feira, na casa do outro indivíduo identificado como assaltante, na Rua Candelária, Bairro Faxinal. No entanto, ele não foi encontrado. Nesta segunda-feira, porém, se apresentou na sede da 2ª Delegacia de Polícia (2ª DP), no Centro Integrado de Segurança Pública e Cidadania, Bairro Arroio Grande.


O trio, com outros antecedentes por roubo, é suspeito de participação em diversos crimes de assalto ocorridos neste ano. A arma utilizada no crime e a roubada do policial não foram encontradas e diligências complementares devem ser realizadas antes do inquérito ser finalizado.

LEIA MAIS:
Ladrão rouba veículo em Santa Cruz e se envolve em acidente em Vera Cruz
Caxienses são assaltados em Santa Cruz; Draco investiga