Rio Grande do Sul 01/02/2018 09h46 Atualizado às 11h49

Médium de Cachoeira assume a Presidência da Assembleia Legislativa

Marlon Santos (PDT) vai encabeçar a chapa única na eleição, marcada para as 14 horas desta quinta-feira

O deputado estadual cachoeirense Marlon Santos (PDT) assume nesta quinta-feira, 1º, a Presidência da Assembleia Legislativa. Marlon vai encabeçar a chapa única na eleição que será realizada a partir das 14 horas. A indicação dele, que vai suceder a Edegar Pretto (PT), se deu em função do acordo entre as maiores bancadas (além do PDT, o PP, MDB e PT), que tradicionalmente fazem um rodízio na Presidência.

Marlon vai dirigir o Parlamento no último ano da atual legislatura e em meio a um momento tenso da política gaúcha, em que o governo Sartori trava uma batalha com a oposição para aprovar a adesão do Estado ao regime de recuperação fiscal. O PDT desembarcou da base governista no ano passado.

O cachoeirense está no terceiro mandato como deputado. Aos 43 anos, foi também vereador e prefeito em Cachoeira, onde tornou-se conhecido por sua atividade como médium. Em 2011, a Gazeta do Sul acompanhou uma sessão de atendimentos de Marlon que, alegando incorporar entidades espirituais, faz diagnósticos e intervenções cirúrgicas em pessoas com problemas de saúde.