Brasília 27/01/2019 16h57

Mourão ficará no exercício da Presidência por 48h

Período será de convalescença do presidente Jair Bolsonaro, por conta de cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia

O vice-presidente, Hamilton Mourão, assumirá nesta segunda-feira o exercício da Presidência da República por 48 horas, período de convalescença do presidente Jair Bolsonaro, da cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia. A informação foi confirmada pelo porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros.

Bolsonaro será submetido à cirurgia de retirada da bolsa de colostomia, que usa desde setembro do ano passado após ter sofrido uma facada. Será a terceira cirurgia do presidente em quatro meses após ter sofrido o atentado em Juiz de Fora, Minas Gerais.

O porta-voz informou que Mourão exercerá a Presidência no período da cirurgia e por 48 horas após o procedimento. O governo federal optou por seguir a orientação médica e ampliar o período. Mourão deverá comandar na terça-feira, 29, a reunião ministerial, que Bolsonaro passou a realizar uma vez por semana, no Palácio do Planalto.

Cirurgia

A previsão é que o período de recuperação do presidente dure dez dias. Porém, o porta-voz da Presidência informou que Bolsonaro pretende despachar do próprio Hospital Albert Einstein.

Rêgo Barross disse que deverá haver briefings diários no hospital para detalhar o estado de saúde do presidente e as atividades previstas para o dia seguinte. Os boletins médicos de Bolsonaro serão emitidos pelo Albert Einstein, porém a divulgação ficará sob “tutela” do porta-voz.