Santa Cruz 19/06/2019 17h59 Atualizado às 18h53

Após saída do prefeito, secretário de Saúde também vai deixar o PP

Régis de Oliveira Júnior anunciou desfiliação um dia após a confirmação da saída de Telmo Kirst

O secretário de Saúde de Santa Cruz do Sul, Régis de Oliveira Júnior, confirmou nesta quarta-feira, 19, que vai se desfiliar do PP. A confirmação foi feita um dia após o prefeito Telmo Kirst anunciar que irá deixar o partido.

Uma das pessoas mais próximas ao prefeito e apontado até como um potencial candidato a sua sucessão em 2020, Régis, que é jornalista por formação e entrou na Prefeitura como estagiário em 2013, acabou se distanciando de alas tradicionais da legenda no município na esteira de Telmo. Em maio, seu nome chegou a ser barrado para compor o diretório na convenção do PP.

Em nota divulgada no fim da tarde, Régis chamou Telmo de “exemplo” e alegou que se filiou ao PP inspirado pelo prefeito. “Ao lado dele, me desfilio também”, escreveu. A saída de Régis já era esperada pela cúpula do PP.

Leia a nota na íntegra:

Sou jornalista por formação. Ingressei na prefeitura de Santa Cruz como estagiário. Acompanhei de perto o trabalho do prefeito Telmo Kirst e entendi a importância política feita com valores e princípios. O prefeito, acompanhando meu trabalho, me permitiu crescer e ajudar na administração. A admiração que tenho por ele só cresce. Telmo é um exemplo para mim. Por isso me filiei ao PP, por isso, ao lado dele, me desfilio também. Seguiremos trabalhando incansavelmente por nossa cidade, com responsabilidade financeira e acreditando na política feita com lealdade e compromisso público. Uma gestão que respeita o equilíbrio orçamentário e garante superávit à Prefeitura. Sempre com coragem, seguiremos juntos.

Régis de Oliveira Júnior