Santa Cruz do Sul 03/07/2019 20h39

PDT decide sair do governo Telmo; entenda o motivo

Partido vai pedir que integrantes entreguem os cargos que ocupam na Prefeitura

O PDT está fora do governo Telmo Kirst. O martelo foi batido em reunião da executiva na noite desta quarta-feira, 3, no escritório do vereador Bruno Faller. Conforme Faller, o sentimento entre os integrantes é de que o Palacinho fechou-se para o diálogo e vem tratando o partido “com desprezo”. O desgaste na relação da legenda com o governo vem se acumulando nos últimos meses e a gota d’água foi a demissão de três indicados na semana passada, sem justificativa.

Atualmente, a sigla ainda ocupa quatro cargos no governo, além de comandar a Secretaria de Educação com Jaqueline Marques – que integra a ala de oposição a Faller no partido. Segundo Faller, o partido vai pedir que esses filiados entreguem os cargos ou se desliguem do partido. “Se isso não acontecer, aí o partido vai avaliar”, disse. Na terça-feira, porém, Jaqueline afirmou que não pretende deixar a Prefeitura e tampouco se desfiliar.

Em nota, o Palacinho disse o seguinte: “O PDT está no governo com a secretária Jaqueline e outros nomes importantes”.