Flexibilização 19/05/2020 07h46

Legislativo cobra abertura das igrejas em Santa Cruz

Decreto estadual em vigor autoriza o funcionamento com limite de capacidade e regras de distanciamento e higienização

Após a liberação do funcionamento dos restaurantes à noite, a pressão na Câmara de Santa Cruz do Sul é para que as igrejas, fechadas desde o início da pandemia, possam voltar a receber fiéis. Na sessão virtual de segunda-feira, 18, Bruna Molz (Republicanos) cobrou que a Prefeitura recue em relação ao assunto e afirmou que o comparecimento aos templos é importante para muitas pessoas. “Todo mundo sabe que não é obrigatório ir à igreja e é possível orar de casa, mas há muitas pessoas que precisam de tratamento espiritual. Muda muito o dia delas estarem dentro das igrejas”, disse.

LEIA TAMBÉM: Fechada pela pandemia, igreja mantém ativo o trabalho social

Na mesma linha, Bruno Faller (PDT) chamou de “contrassenso” a manutenção da proibição, já que o decreto estadual em vigor autoriza a abertura das igrejas, com limite de capacidade e regras de distanciamento e higienização.

LEIA TAMBÉM: Prefeitura autoriza praças de alimentação e comércio ganha mais tempo

Indicado pela Câmara para integrar o Gabinete de Emergências que está à frente das ações de enfrentamento à Covid-19, o presidente Elstor Desbessell (PL) comunicou na segunda que quer formar uma comissão, com representantes de todas as bancadas, para definir os posicionamentos que serão levados ao grupo.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS


MAIS LIDAS