Operação Camilo 27/06/2020 10h36

Ex-prefeito de Rio Pardo é expulso do PSDB

A decisão foi tomada porque Rafael Barros “não tinha condições éticas nem morais de permanecer”

Preso desde o dia 27 de maio, o ex-prefeito de Rio Pardo, Rafael Barros, que renunciou nessa semana, foi expulso do PSDB, cerca de um ano e quatro meses após se filiar. Segundo o presidente municipal dos tucanos, Denis Carvalho, o pedido de expulsão foi encaminhado à direção estadual e já foi acatado.

LEIA MAIS: Prefeito de Rio Pardo é preso em operação contra desvios na saúde

Conforme Carvalho, a decisão foi tomada porque Barros “não tinha condições éticas nem morais de permanecer”. O ex-prefeito é alvo da Operação Camilo, da Polícia Federal, que investiga desvios em contratos na área da saúde na Cidade Histórica que podem ter lesado os cofres públicos em mais de R$ 15 milhões. Ele está recolhido junto ao Complexo Prisional de Canoas.

LEIA TAMBÉM: Prefeito de Rio Pardo troca de partido