POLÊMICA 14/07/2020 22h36

Telmo acusa vereador de circular sem máscara

Segundo o prefeito de Santa Cruz, ocupante de cadeira no Legislativo descumpriu medidas de prevenção à Covid-19

O prefeito Telmo Kirst acusa um vereador de ter circulado sem máscara pelo Centro de Santa Cruz do Sul nesta terça-feira, 14. Kirst afirmou, em entrevista à Rádio Gazeta FM 107.9, no início da noite, que Hildo Ney Caspary (PP) esteve na Rua Marechal Floriano, conversando com servidores municipais, sem utilizar a peça, que é obrigatória. “Estava ali colocando em risco os funcionários da Prefeitura e outras pessoas também”, acusou o prefeito.

LEIA MAIS:
Bolsonaro sanciona lei que obriga uso de máscara no país
Saiba para quem denunciar irregularidades durante a pandemia em Santa Cruz


Telmo destacou, ainda, que o progressista tem mais de 70 anos, portanto, é do grupo de risco da doença. “O que ele, afinal, está pensando? Que as suas gotículas multimilionárias não contaminam ninguém?”, questionou o prefeito, que também cobrou posicionamento da Câmara de Vereadores e de entidades locais a respeito do ocorrido. “É preciso que se tome medidas com relação a isso, quando um homem público dá mau exemplo tamanho”, afirmou.

Telmo Kirst disse, ainda, que sentiu que tinha obrigação de tornar público o fato que relatou. “Não pensei que fosse acontecer nesse momento aqui, num momento de quase bandeira vermelha, uma coisa igual”.

LEIA MAIS:
População precisa redobrar os cuidados para evitar a bandeira vermelha
OMS reconhece formalmente risco de transmissão do novo coronavírus pelo ar


A reportagem tentou contato com Hildo Ney Caspari, mas não conseguiu um posicionamento do vereador sobre as acusações.

LEIA MAIS: ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA SOBRE O CORONAVÍRUS