POLÍTICA 19/11/2020 18h08 Atualizado às 18h20

Câmara de Vera Cruz decide manter mandatos de acusados na Fura-Fila

Legislativo discutiu cassação de três vereadores e do vice-prefeito nesta tarde. Processo na Justiça segue em andamento

A Câmara de Vereadores de Vera Cruz realizou na tarde desta quinta-feira, 19, uma sessão extraordinária em que deliberou sobre a cassação dos mandatos de três vereadores e do vice-prefeito do Município.

Os parlamentares Eduardo Wanilson Martins Viana, Marcelo Rodrigues de Carvalho e Mártin Fernando Nyland e o vice-prefeito Alcindo Iser, todos do PTB, são suspeitos de participação em um esquema que favorecia apadrinhados políticos em serviços das secretarias de Saúde e Agricultura do município. A investigação dos crimes, pelo Ministério Público, veio à tona em dezembro de 2017, com a Operação Fura-Fila, que cumpriu 27 mandados de busca e apreensão.


O Legislativo decidiu nesta quinta, por maioria, absolver os quatro réus e manter os mandatos deles. A sessão em que a decisão foi tomada durou cerca de quatro horas. Houve leitura do relatório da Comissão Parlamentar Processante (CPP), que analisou o caso na Câmara, e espaço para manifestação da defesa dos acusados.

Com a decisão, os quatro seguem com seus mandatos, até o fim deste ano. Apenas Mártin Nyland foi reeleito e seguirá na Câmara de Vereadores de Vera Cruz a partir de 2021. Apesar da absolvição na Câmara, eles continuam respondendo pelas acusações na Justiça.

Com informações do jornalista Rodrigo Nascimento

LEIA MAIS: FURA-FILA: sessão que pode culminar com cassação de políticos ocorre nesta quinta