POLÍTICA 04/02/2021 16h47

Ex-prefeito de Venâncio Aires é nomeado secretário-adjunto de Obras do Estado

Giovane Wickert, que administrou a Capital do Chimarrão até o fim de 2020, atuará junto do secretário José Stédile, também do PSB

Saiu no Diário Oficial do Estado de segunda-feira, 1º, a nomeação de Giovane Wickert (PSB) como secretário-adjunto de Obras e Habitação do Estado do Rio Grande do Sul. Nesta quinta-feira, 4, o ex-prefeito de Venâncio Aires falou sobre a indicação ao cargo, em entrevista à Rádio Gazeta FM 107.9.

Ele disse que recebeu o convite para o cargo ainda em novembro, quando esteve no gabinete do secretário José Stédile, também do PSB, para encaminhar demandas de Venâncio. Wickert afirma que sua prioridade, naquele momento, era concluir o mandato na Prefeitura e fazer a transição de governo.

A atuação no governo estadual voltou à pauta na segunda metade de janeiro. “Havia recebido alguns outros convites para trabalhar na Assembleia e na Câmara dos Deputados. Acabamos assumindo essa tarefa, com apoio do deputado Heitor (Schuch, do mesmo partido) também.”


LEIA TAMBÉM: Deputados da região avaliam a eleição de Arthur Lira como presidente da Câmara

Giovane Wickert afirmou que sua presença na Secretaria Estadual de Obras e Habitação pode aproximar o trabalho da pasta da região. “É uma secretaria com bastante desafios, que tem suas regionais, estabelecidas em 28 regiões, a nossa do Vale do Rio Pardo é em Santa Cruz, e a gente tem a tarefa de acompanhar com essas equipes descentralizadas em cada região tanto projetos em elaboração quanto projetos em execução”.

O ex-prefeito de Venâncio também destacou os diversos setores em que a pasta atua. “Existem várias frentes de trabalho. É uma secretaria ampla. Atua em habitação, saneamento, barragens, obras diversas das demais secretarias, principalmente na área educacional em função de reformas, ampliações, construção de escolas, ginásios, quadras”, relatou.

Destas ações, Wickert destacou que podem beneficiar a região o projeto “Nenhuma casa sem banheiro”, que tem 27 mil residências cadastradas e por meio do qual o governo do Estado oferece materiais e as prefeituras executam a construção de banheiros em casas de famílias em situação de vulnerabilidade social, a possibilidade de instalação de unidades habitacionais em terrenos pertencentes ao Estado e convênios para cessão de máquinas, para trabalhos de recuperação de estradas e desassoreamento de arroios.


Outra ação em que a Secretaria Estadual de Obras pode auxiliar as prefeituras é a abertura de poços artesianos. O tema esteve bastante em pauta diante das estiagens vividas no Estado nos dois últimos verões. Nessa quarta-feira, 3, representantes da Prefeitura de Santa Cruz do Sul estiveram na secretaria, em Porto Alegre, pedindo apoio justamente nesta área.

A administração municipal afirma que a abertura de oito novos poços em Santa Cruz, para criação de oito novas redes hídricas, poderia amenizar o problema de falta d’água no interior. Wickert afirmou que “sem dúvida” a pasta estadual pode auxiliar o município neste sentido, mas destacou que esta é, atualmente, a principal demanda recebida pela secretaria.

LEIA MAIS: Prefeitura busca apoio do Estado para abrir poços no interior

Giovane Wickert foi prefeito de Venâncio Aires entre 2017 e 2020 e tentou a reeleição, mas sem sucesso. Antes, ele havia sido vice-prefeito do município por oito anos, na gestão de Airton Artus (PDT). Enquanto prefeito, ele integrou a diretoria de associações regionais, como Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale), Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp), Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco) e Agência Gaúcha de Consórcios Públicos (AGCONP).

LEIA TAMBÉM: Vila Mariante terá programação de Navegantes no fim de semana