Polêmica 18/03/2021 10h38

Em nota, deputados do PTB sinalizam recuo em possibilidade de debandada

Lideranças estavam dispostas a deixar a legenda após declarações ofensivas do presidente nacional, Roberto Jefferson

Após a tormenta que se abateu sobre o PTB gaúcho em razão das declarações ofensivas do presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson, contra o governador Eduardo Leite (PSDB) e o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior (PTB), os deputados estaduais e federais da sigla divulgaram nessa quarta-feira, 17, uma nota para pregar cautela.

O texto sinaliza um recuo das lideranças petebistas, que no início da semana estavam dispostas a desembarcar da legenda diante da declaração de guerra assinada por Jefferson – o que poderia ter repercussões em Santa Cruz, uma das regiões de maior força petebista no Estado.

LEIA MAIS: Presidente do PTB de Santa Cruz admite possibilidade de debandada da sigla


Assinada, dentre outros, pela deputada estadual Kelly Moraes e pelo deputado federal Marcelo Moraes, a nota afirma que o momento requer “diálogo e serenidade” e é necessário “ouvir as bases” e “avaliar aspectos jurídicos” antes de escolher o melhor caminho para o grupo. “Não há pressa na tomada dessa decisão, afinal são cinco deputados estaduais e três federais, e lideranças políticas de todas as regiões do Rio Grande do Sul, cada uma com as suas particularidades, que devem ser observadas.”

LEIA MAIS: Sérgio e Marcelo pregam cautela sobre saída do PTB