Viaduto Fritz e Frida 12/06/2018 22h54 Atualizado às 06h38

EGR admite que sinalização de acessos apresenta falhas

Estatal irá ampliar quantidade de informações aos condutores que fazem a travessia da RSC-287 pela nova estrutura

Foto: Rodrigo Assmann

Estatal promete melhorar a indicação de informações e de acessos no viaduto da 287
Estatal promete melhorar a indicação de informações e de acessos no viaduto da 287

A sinalização das faixas e acessos no Viaduto Fritz e Frida, no quilômetro 100 da RSC-287, ainda precisa ser melhorada. Conforme a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), responsável pela obra e pelo trecho, várias modificações serão providenciadas para tornar mais claro o uso das pistas.

Segundo o engenheiro responsável pelo viaduto, Luis Fernando Vanacôr, existem vários trechos do acesso que necessitam de placas de sinalização mais claras. “Um deles é a pista que leva os condutores para Monte Alverne. É preciso informar que existem outras comunidades naquela direção e que em Monte Alverne há um hospital, por exemplo.”

Não diferente é a sinalização que indica as entradas para Santa Cruz. Vanacôr explica que é preciso mostrar para qual parte do município o condutor se desloca ao optar por um ou outro acesso. “Para nós estavam muito claras as informações colocadas nas placas. No entanto, sentimos esta necessidade de alterar, a partir do relato dos motoristas”, confirma o engenheiro.

A mudança deverá ocorrer até a próxima semana. Mesmo com a inauguração do viaduto marcada para sexta-feira, o engenheiro garante que a instalação da sinalização deve ser um processo em construção. “Nós não iremos abandonar o viaduto. Vamos permanecer, pelo tempo que for necessário, para providenciar todos os ajustes que devem ser feitos.” Além da modificação das placas, a EGR ampliará a sinalização horizontal, reforçando os limites de velocidade das pitas e acessos do viaduto.

Canteiro corrigido

O “bico” formado pelo canteiro, no sentido interior–Capital, da pista central da RSC-287 foi retirado. Depois provocar acidentes com danos aos veículos que colidiram contra o canteiro, a curvatura foi minizada, liberando a pista. “É preciso que os condutores reduzam a velocidade no local. Este canteiro não estava errado, pois seguia o traçado da pista. Nós mudamos o desenho dele, mas é preciso atenção”, destaca Luis Fernando Vanacôr. O comerciante Fernando Borges Graef confirma o depoimento do engenheiro da EGR. Do estabelecimento dele, bem no acesso ao viaduto, flagrantes de alta velocidade ocorrem a todo instante, especialmente à noite, quando foram registrados alguns dos acidentes no canteiro. Graef conta que a velocidade de 60 quilômetros por hora, indicada para o local, não é respeitada. “Às vezes, quando vem uma carreta em velocidade muito alta, a gente até sai de perto, com medo do que pode acontecer.”

Inauguração

Na próxima sexta-feira ocorre a inauguração oficial do Viaduto Fritz e Frida. A solenidade está marcada para as 10 horas, no espaço do estacionamento do viaduto, onde ficam os bonecos Fritz e Frida. Conforme a assessoria de imprensa da EGR, o evento será realizado com qualquer clima. Devem participar o presidente da EGR, Nelson Lídio Nunes; o secretário Estadual dos Transportes, Humberto Brandão Canuso e o governador do Estado, José Ivo Sartori (PMDB), além de autoridades regionais e convidados.