Homenagem 19/08/2018 13h29 Atualizado às 12h48

Manifestações lembram uma semana da morte de Francine Ribeiro

Atos aconteceram em Vera Cruz e em Santa Cruz do Sul neste domingo

Dezenas de moradores da região se reuniram na tarde deste domingo, 19, em homenagem à Francine Ribeiro. Neste dia, se completa uma semana do assassinato brutal da jovem vera-cruzense de 24 anos, morta durante uma caminhada no Lago Dourado. Os familiares da vítima participaram das manifestações.

Em Vera Cruz, os participantes saíram do Ginásio Bom Jesus e caminharam até o Lago Dourado onde foram feitas as homenagens. Em torno de 600 pessoas entre familiares, amigos, conhecidos e pessoas da comunidade vera-cruzense sensibilizadas com o assassinato de Francine Rocha Ribeiro, participaram da uma caminhada por paz e justiça. Usando camisetas brancas e pretas e carregando balões, homens e mulheres adultos, jovens e crianças seguiram desde o ginásio Bairro Bom Jesus até o Lago Dourado, onde a jovem foi morta brutalmente.

LEIA MAIS: Família de Francine participa de homenagens neste domingo

À frente da manifestação, familiares de Francine, como sua mãe Eronilda Machado, 51 anos, e a irmã gêmea Franciele Rocha Ribeiro, carregavam uma grande faixa com a foto da jovem assassinda e o pedido “pelo fim da violência contra a mulher”.  Na entrada do Lago Dourado, amigos leram mensagens destacando as qualidades de Francine e de mãos dadas fizeram um minuto de silêncio. Após uma oração, todos gritaram por justiça e estouraram balões.

Foi um momento de muita emoção, no qual a família de Francine recebeu diversas manifestações de apoio e carinho. A mãe da jovem assassinada disse que o movimento mostrou que sua filha era amada por muita gente, o que a conforta um pouco. Eronilda observou que “não está fácil” lidar com a ausência de Francine e que  deseja que seja feita justiça neste caso.

Santa Cruz também teve ato

Já em Santa Cruz do Sul, o ato organizado por mulheres teve início às 14 horas na Praça Getúlio Vargas. Por volta das 15 horas, com apoio da Fiscalização de Trânsito e um carro de som, o grupo saiu com faixas e cartazes entoando versos pela Rua Marechal Floriano. Os participantes de deslocaram até a Praça da Bandeira, no Palacinho onde ocorreram falas e manifestações artísticas e culturais. 

Uma das organizadoras, a produtora audiovisual Helena Poetini, de 24 anos, conta que a ideia da manifestação surgiu em um grupo no Facebook que existe para discussões contra o machismo na cidade. "A gente viu que uma ação seria importante, as mulheres fazerem um ato para unir as pessoas em prol do do fim da violência contra a mulher", conta. "Me sinto honrada de fazer parte, sou uma mulher que pode lutar por outras mulheres que não estão mais aqui.Fico feliz que essas pessoas estão aqui e aderiram à ideia."

A estudante Paula Nicolay, de 20 anos, também participa do grupo e levou um cartaz com a frase 'Ni Una Menos' que faz referência às manifestações por igualdade de gênero ocorridas na Argentina. "Decidi participar por ver que em Santa Cruz existem vários casos, este não é o primeiro." Se unindo ao ato também estava a estudante, Eduarda Taís dos Santos, de 19 anos. "Eu também caminho no Lago Dourado, quero me sentir segura lá. Mas o problema não é o lago, não foi o lago que estuprou e matou ela, foi esse sistema machista que é um desastre completo", desabafa.

Entre as presenças na caminhada, membros do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Santa Cruz do Sul, Movimento Mulheres em Luta (MML), União dos Estudantes Santa-Cruzenses (Uesc), Sindicomerciários e estudantes da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). A presidente do Diretório Central de Estudantes (DCE) e estudante de relações internaiconais, Marcelly Machado, de 23 anos, conta que participou do evento para endossar a importância de estar em um ato político para romper com o machismo estrutural. "Estamos engajados nisso para alertar. Também é um fortalecimento da nossa luta, precisamos investir no diálogo entre mulheres como ferramenta, pra se ajudar."

Confira imagens das manifestações em Vera Cruz:

Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer
Foto: Lula Helfer

 

 

Confira as fotos do ato em Santa Cruz:
 

Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz
Foto: Paola Severo/Portal Gaz