Luto 31/01/2019 18h38 Atualizado às 21h54

Pai de Ana Hickmann, João Hickmann morre em Santa Cruz

Ele estava internado no Hospital Santa Cruz desde dezembro

O pai da apresentadora e modelo Ana Hickmann, João Inácio Hickmann, morreu às 17h30 desta quinta-feira, 31, em Santa Cruz do Sul. Ele estava internado no Hospital Santa Cruz desde o dia 16 de dezembro. A assessoria de imprensa da santa-cruzense informou que ele sofria de diabetes e que o coração não teria suportado os problemas.

A morte foi comunicada pelo marido de Ana, Alexandre Correa, no Instagram. "Hoje me despeço do meu sogro! Faleceu na tarde de hoje. Dia de luto!" A apresentadora também se manifestou em sua conta pessoal. O casal está a caminho de Santa Cruz do Sul.

    Visualizar esta foto no Instagram.         

Pai, parece que é mentira, mas agora você é uma estrelinha. Fica em paz! A gente te ama! Vamos sentir muito a sua falta.

Uma publicação compartilhada por Ana Hickmann ????️➕ (@ahickmann) em 31 de Jan, 2019 às 2:21 PST

Os serviços fúnebres estão a cargo da Funerária Halmenschlager. O velório está previsto para começar por volta das 23 horas desta quinta, na capela de Linha Santa Cruz, enquanto que o sepultamento está marcado para as 17h30 de sexta-feira, 1º, no cemitério católico da mesma localidade. Haverá missa de corpo presente. Hickmann deixa enlutados a esposa  Rejane, os filhos, Ana, Isabel, Fernanda, Luiz Carlos e João Inácio, além de netos e genros.

Foto: Banco de Imagens/ Gazeta do SulJoão Hickmann morreu aos 59 anos
João Hickmann morreu aos 59 anos

João tinha 59 anos - completaria 60 em março. Ele morava em Linha João Alves e era conhecido pelo envolvimento com o futebol amador no município. Ele chegou a atuar como treinador e dirigente de clubes, entre eles, o Linha Santa Cruz. A Lifasc divulgou nota lamentando a perda. Confira:

NOTA DE PESAR
A Lifasc vem manifestar seu pesar pelo falecimento do desportista João Hickmann. Ele foi importante militante no futebol amador santa-cruzense, à frente de clubes como o Linha Santa Cruz e o João Alves. Deixa a todos o legado de ter sido um abnegado pelas cores que defendia. Nos solidarizamos com a família enlutada.