Polêmica 05/02/2019 09h32 Atualizado às 11h14

Vídeo leva à demissão de subprefeito de Boa Vista

Gravação mostra caminhão da Secretaria de Obras transportando silagem para uma propriedade particular

A divulgação de um vídeo que mostra um caminhão da Secretaria Municipal de Obras de Santa Cruz fazendo transporte irregular de silagem levou à demissão do subprefeito de Boa Vista, Nelcindo Egon Freese. O caso será investigado por uma sindicância e Freese, que já foi substituído no cargo, admitiu a irregularidade.

A exoneração ocorreu na semana passada. O vídeo foi gravado de dentro de um carro na ERS-418, na altura de Linha Nova, e mostra um caminhão com identificação da frota do Município carregando silagem. A carga havia sido embarcada em Linha Andrade Neves e foi entregue em uma propriedade particular em Linha Áustria. O vídeo foi publicado em um perfil de rede social e não foi esclarecido quem é o autor.

Confira abaixo:

Em nota, a Prefeitura informou que as imagens foram encaminhadas à Ouvidoria Geral e, após confirmar que a ordem para o transporte partiu de Freese, o prefeito Telmo Kirst (PP) determinou “de imediato” a demissão. Esse tipo de serviço é prestado pela Prefeitura, mediante convênios com produtores rurais.

Nesses casos, porém, o órgão responsável é a Secretaria Municipal de Agricultura e os produtores pagam pelo frete. Ainda segundo a Prefeitura, a sindicância será instaurada até o fim da semana e tem prazo de 30 dias para ser concluída. O procedimento vai apurar se houve infração de conduta funcional da parte de Freese e do servidor que conduziu o caminhão, que ficará sujeito a punição. “Cabe destacar que o governo não compactua com nenhuma forma de irregularidade ou desrespeito às normas que regem a Administração Pública e recorrerá aos meios necessários para a elucidação dos fatos”, conclui a nota.

Na última quinta-feira, Telmo nomeou o comerciante aposentado Inácio Vogt, que até então era servidor da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, como novo subprefeito de Boa Vista. A Prefeitura mantém atualmente seis subprefeituras – além de Boa Vista, também em Alto Paredão, São José da Reserva, Rio Pardinho, Monte Alverne e no bairro de Linha Santa Cruz. O salário bruto dos subprefeitos é de R$ 6 mil. 

“Na hora não me flagrei”, alega Freese

Nelcindo Freese estava à frente da subprefeitura desde janeiro de 2017. Filiado ao SD, assumiu o cargo por indicação do secretário de Agricultura Elo Schneiders, de quem foi assessor na Câmara de Vereadores durante vários anos. Procurado ontem à tarde, Freese confirmou ter autorizado o transporte da carga de silagem. Segundo ele, a ordem foi para atender ao pedido de um produtor de leite que necessitava de auxílio para levar o produto até a propriedade.

“Fiz sem pensar. Ele veio me pedir ajuda porque não tinha como transportar, e fiz com boa intenção. Na hora, não me flagrei que estava cometendo uma ilegalidade. Reconheço que errei”, disse. Freese negou, no entanto, ter cobrado pelo serviço e disse que situações como essa não são comuns. Acrescentou que irá responder à sindicância, “sem negar nada”.

Já Schneiders disse ter se surpreendido com a situação e afirmou que, antes de ter autorizado o transporte, Freese “deveria ter procurado o secretário de Obras”. “Lamento, porque a comunidade estava gostando do trabalho dele. Pelo menos ele assumiu. Erros acontecem, mas o prefeito não pode deixar por isso.”