Santa Cruz 11/03/2019 09h52 Atualizado às 10h04

“Sou candidato. Mas a bom secretário”, diz Régis sobre eleições 2020

Secretário municipal de Comunicação e de Saúde falou na manhã desta segunda-feira na Rádio Gazeta

Apontado nos bastidores como um possível candidato à sucessão do prefeito Telmo Kirst (PP), o secretário municipal de Comunicação e de Saúde, Régis de Oliveira Júnior, disse na manhã desta segunda-feira que este é um assunto proibido no governo. “Santa Cruz tem prefeito até o fim do ano que vem e ele é Telmo Kirst. É um desrespeito tentar antecipar o clima de eleição. Políticos profissionais querem antecipar as eleições”, acusou, dizendo que no momento é “candidato a bom secretário”.

Secretário mais próximo de Telmo, Régis Júnior está na mira da oposição e de ex-aliados do MDB e do próprio PP. Progressista de carteirinha, disse na entrevista à Rádio Gazeta que não pensa em mudar de partido. “Não é o momento de falar sobre isso. Meu compromisso é cumprir da melhor forma a missão que o prefeito de meu de cuidar bem da Secretaria da Saúde”, disse, emendando que “não é uma tarefa fácil. Chego na secretaria às 7 da manhã e trabalho duro o dia todo. Posso não ter longa experiência na área, mas sou usuário do SUS, sempre fui, e sei onde precisa melhorar”.

Régis lembrou que, quando assumiu o cargo no ano passado, pediu um voto de confiança à população. E afirma estar honrando a confiança recebida dos santa-cruzenses. “Estamos reduzindo as filas de espera no SUS e anunciando melhorias, como o horário estendido a partir de abril em alguns postos de saúde da cidade”, citou. “Não posso e não quero me preocupar com eleições. Não posso perder meu tempo com isso. Preciso sim me preocupar com as duas secretarias pelas quais sou responsável”, finalizou.

LEIA MAIS