Meio ambiente 15/04/2019 10h54 Atualizado às 11h54

Manhã de movimento intenso para retirada das Sacolas do Bem

Desta vez o modelo disponibilizado é o que se inspira na primavera

A manhã desta segunda-feira, 15, foi de movimentação intensa na Casa de Clientes da Gazeta, no Centro de Santa Cruz do Sul, para retirada das 500 unidades da Sacolas do Bem. Na edição de hoje da Gazeta do Sul foi publicado o cupom que faltava para a retirada da terceira versão da sacola: o modelo primavera.

LEIA MAIS: Novas Sacolas do Bem podem ser retiradas nesta segunda

A aposentada e assinante do jornal há cerca de 30 anos, Osvaldina dos Santos Nunes, de 73 anos, aproveitou a manhã para retirar a sacola. “Quero deixar de usar as plásticas para ajudar o meio ambiente e os animais. Além disso, essas não sujam a cidade. Já estou ansiosa pela próxima”, comenta. 

Foto: Karolaine PereiraOsvaldina dos Santos Nunes assina o jornal há cerca de 30 anos
Osvaldina dos Santos Nunes assina o jornal há cerca de 30 anos

A moradora do Bairro Goiás e aposentada, Resilda Dummer, de 74 anos, também veio buscas a sacola. “Eu deixo sempre as plásticas porque eu gosto do meio ambiente e cada coisinha que a gente faz é válido”, argumenta. Ela também pretende colecionar as unidades. 

Foto: Karolaine PereiraResilda Dummer quer colecionar as sacolas
Resilda Dummer quer colecionar as sacolas

 

A versão primavera das sacolas pode ser retirada pelos leitores que apresentarem os cinco últimos cupons recortados do jornal – do número seis ao 10. O projeto Sou do bem e minha sacola também é uma campanha da Prefeitura de Santa Cruz com apoio da Gazeta. O objetivo é reduzir o uso de sacolas de plástico. 

Foto: Karolaine Pereira
Foto: Karolaine Pereira

Devido à grande procura pelas ecobags, a gerente de circulação e marketing da Gazeta, Rochele Conrad, afirma que novas unidades devem ser produzidas. “Estamos providenciando o fechamento de parcerias para a confecção de novas sacolas e com isso vamos estender a campanha até o fim do ano”, explicou. Na avaliação de Rochele, o resultado da campanha mostra uma mudança de hábito positiva por parte da população. “A campanha foi maravilhosa e ultrapassou todas as nossas expectativas, o que é ótimo porque mostra que a comunidade está criando essa consciência ambiental”, avalia.

Para que ninguém fique sem sua Sacola do Bem, a gerente pede a compreensão dos leitores. “Pedimos que as pessoas tenham paciência porque vão ser produzidas novas sacolas ao longo do ano com essas parcerias que estamos fechando. Ficamos felizes de ver que as pessoas estão dispostas a trocar as sacolinhas de supermercado por retornáveis.”