Iniciativa 15/04/2019 13h58 Atualizado às 22h06

Em 10 anos, programa da Afubra coleta um milhão de litros de óleo saturado

Números do projeto foram apresentados na tarde desta segunda-feira, 15

Depois de uma década de realização do programa de coleta de óleo saturado, a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) conseguiu atingir a marca de 1.018.894 litros do resíduo coletados no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Os números referentes ao programa foram apresentados na tarde desta segunda-feira, 15, no restaurante do Parque da Expoagro Afubra, durante solenidade comemorativa dos 10 anos da iniciativa.

Até 2018, 109 municípios dos três estados da região Sul do País participavam do programa para coleta de óleo saturado. Destes, 52 estão localizados no Rio Grande do Sul, 45 em Santa Catarina e 12 no Paraná. No total, 593 escolas são parceiras do projeto. No ano passado, a Associação Diocesana de Santa Cruz (Asdisc), de Santa Cruz do Sul foi a escola que mais coletou óleo saturado, totalizando 4.004 litros.

Segundo o supervisor técnico do programa, Nataniel Sampaio, em entrevista à Rádio Gazeta, o programa de coleta de óleo saturado é um braço do Projeto Verde é Vida. Sampaio também destaca que o ganho ambiental da iniciativa é muito grande, em especial, porque é feita a preservação dos recursos hídricos e atmosféricos. 

Como funciona

Através de uma parceria com escolas e instituições dos três estados do Sul do Brasil, o programa recolhe o óleo saturado para transformá-lo em biodisel. Como forma de incentivo e valorização, as entidades parceiras recebem R$ 0,50 por litro coletado. No fim de cada ano, a instituição pode trocar esse valor por mercadorias nas lojas da Agro-Comercial Afubra. O biodisel é utilizado pelos veículos da Afubra.

Além disso, no processo de reciclagem, os resíduos (farinhas e restos que ficam dentro do óleo) são encaminhados para uma empresa especializada e licenciada que transforma o produto em matéria-prima para rações. As garrafas pets onde o óleo é depositado são doadas para a Cooperativa de Catadores de Rio Pardo.