Salários 18/04/2019 20h18 Atualizado às 21h10

Reajuste para servidores municipais será votado em sessão extraordinária

A próxima folha deve ser paga com o novo valor e a data limite para aprovação é a quinta-feira da semana que vem

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul ainda faz cálculos para definir qual o percentual de reajuste que vai ser oferecido para os funcionários públicos. A categoria pede 10% de correção nos salários e que o vale-alimentação passe de R$ 515,00 para R$ 600,00. O pedido foi encaminhado ao governo em meados de março. 

Na semana passada, o sindicato chegou a realizar uma nova assembleia para cobrar uma posição do Executivo. Questionado sobre o assunto, o prefeito Telmo Kirst garante que a definição sai em breve. "Preciso de mais algumas reuniões com secretário de Administração, Vanir, e nós vamos definir isso muito breve."

O Sindicato dos Professores Municipais também fez assembleia nessa quarta-feira, 17, para cobrar uma resposta do município. O Sinprom pede aumento de 8,27%, equivalente à inflação acumulada nos últimos 12 meses. A data base do funcionalismo de Santa Cruz é em abril.

Como a próxima folha precisa ser paga com o novo valor, o município tem como limite a quinta-feira da semana que vem, dia 25, para aprovação do aumento pela Câmara de Vereadores. Como o projeto não foi finalizado e encaminhado à Câmara nesta quinta-feira, o governo terá que convocar uma sessão extraordinária do Legislativo para analisar a matéria. O custo mensal da folha é de aproximadamente R$ 14 milhões por mês. Esse é o montante pago a todos os 3.050 servidores, entre ativos e inativos.